Perfis eróticos falsos usam fotos de mineiras no Instagram

Golpistas criaram contas falsas e anunciaram serviço de assinatura para conteúdo pornográfico. Contas usavam nomes semelhantes ao original

 

Várias mulheres mineiras acordaram nesta quinta-feira (12/5) com um perfil falso no Instagram relacionando seus nomes e imagens à venda de conteúdo erótico. Os usuários seguem um padrão: pegam fotos com biquínis e decotes, mudam uma ou duas letras do user, mantêm o nome da pessoa e escrevem uma bio em espanhol com link direcionado a um site adulto.

Uma das vítimas foi T. R, de 24 anos, que acordou com ligações e mensagens de amigos avisando sobre o perfil falso com sua imagem e nomes quase idênticos. Na noite da última quarta-feira, ela tinha conversado com outros amigos sobre esses perfis falsos que estão sendo criados com fotos de mulheres. “De madrugada, aconteceu comigo”.

O roubo das imagens para criação de perfil falso têm em comum o uso de links para o site PocketStars, que funciona como o OnlyFans e usa o método de assinatura para ver conteúdo adulto. O site foi fundado pela atriz pornô britânica Elle Brooke.

“O perfil falso seguiu todos ou praticamente todos os homens do meu Instagram”, relatou T. ao Estado de Minas. Na descrição, o golpista escreveu “cópia de segurança” (em espanhol ‘copia de seguridad’) para insinuar que aquele seria um perfil “real” de uma criadora de conteúdo erótico.

O golpista bloqueou o perfil verdadeiro de T., estratégia usada para dificultar que as vítimas denunciem a conta falsa. “Pediram para seguir meu Instagram privado, que compartilho só com pessoas mais próximas. Eles (os golpistas) pegaram as fotos que julgaram ser mais ‘sensuais’”, comentou a mineira.

O padrão de golpe se repetiu com L.J., de 24 anos, Ela também acordou com ligações de amigos avisando sobre o golpe. “Me assustei muito”, desabafou. Ela também foi bloqueada pelo golpista e precisou de ajuda dos amigos para derrubar a conta, que já está fora do ar. “Minha prioridade era tirar a conta do ar, já que estavam usando meu nome e minha imagem para divulgar conteúdos impróprios”, contou ao EM.

Amigos ajudam a denunciar golpe

Com ajuda de amigos, os perfis falsos de T. e L.J saíram do ar. “Até pessoas que não conversam muito comigo me mandaram mensagem e ajudaram a denunciar. Também coloquei no meu stories o perfil original explicando o que aconteceu”, relatou T.

“A única coisa que estava ao meu alcance foi pedir que denunciassem a conta, já que estava bloqueada e não conseguia ter maiores informações”, disse L.J. “Infelizmente, eu já vi isso acontecendo com várias meninas no Instagram e algumas delas até me chamaram para conversar. Mas isso é muito chato e dá muita raiva”, comentou T.

Nas redes sociais, outras mulheres, muitas de fora do Brasil, relataram terem sido vítimas do mesmo tipo de golpe.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui