PCDF divulga placa do carro de técnica de enfermagem desaparecida há cinco dias

Danyanne da Cunha Januário da Silva, 35, saiu de casa no Riacho Fundo 1 para cobrar uma dívida e não foi mais vista

Sem novidades sobre o paradeiro da técnica em enfermagem Danyanne da Cunha Januário da Silva, 35 anos, desaparecida há cinco dias — desde 27 de julho — a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) divulgou a placa do carro da moça e pede ajuda na divulgação. “Este é o veículo da vítima. Tem uma passagem dele, na BR-040, às 0h27 min, no dia 28/7. Seguia sentido Valparaíso. Qualquer informação pode ser passada no 197”, disse o delegado Lúcio Valente, da 29ª Delegacia de Polícia (Riacho Fundo 1), que investiga o caso.

Danyanne desapareceu após sair de casa para cobrar uma dívida de um conhecido. O encontro foi marcado em frente à loja Madeireira Forte Lar, na Quadra 1, do Riacho Fundo 1. Ela foi vista pela última vez às 22h30. Apreensivos, os filhos da mulher, 11 e 13 anos, informaram os familiares o desaparecimento, no dia seguinte.

Irmã da técnica de enfermagem, Dallas Brasil, 44 anos, disse que Danyanne não tinha costume de sumir e tem certeza que a irmã voltará para os filhos. “Ela nunca largaria eles, por nada. As crianças estão muito nervosas. Ela está lutando; se estiver viva, está lutando. Ela não é de se entregar. Não sou iludida com a realidade de hoje em dia, mas tenho muita fé em Deus e no que Ele pode fazer”, comentou Dallas.

A empresária tem mobilizado amigos e familiares nas redes sociais para tentar encontrar a irmã. “Tudo está sem encaixe. Nada tem sentido. O percurso do carro — que teria sido visto na Estrutural, em Santa Maria e ainda em Luziânia — não tem nexo”, disse Dallas, ao descrever a rota do Ix35 (Hyundai) preto usado por Danyanne.

  • Danyanne da Cunha Januário da Silva, 35, saiu de casa no Riacho Fundo 1 para cobrar uma dívida e não foi mais vistaDivulgação

Solteira, a técnica de enfermagem havia se separado do companheiro com quem ainda teve convivência amistosa. Ele morreu, há dois anos, em decorrência de infarto. “Os filhos estão sofrendo muito. Danyanne sempre foi muito resguardada”, destacou Dallas.

Informações podem ser apresentadas, por meio dos telefones: 99144-5000 e 197.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui