Os Motoristas revoltados do DF enfrentam longas filas para fazer biometria no Detran e o jogo de empurra, empurra não tem fim!

Com problemas técnicos, autarquia suspendeu o serviço de agendamento para a coleta de dados biométricos dos condutores

Para fazer a coleta da biometria, motoristas enfrentaram grandes filas nas unidades do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), nesta segunda-feira (11/7). Por problemas técnicos, a autarquia suspendeu temporariamente o serviço de agendamento digital.

Durante a longa espera por atendimento, motoristas criticaram a qualidade e a demora no atendimento. Usuários também denunciaram desorganização, a exemplo da confusão na recepção entre quem conseguiu fazer agendamento antes da suspensão da marcação digital e as pessoas que foram em busca de atendimento sem reserva de horário prévia.

O motorista Joaquim Gonçalves, 57 anos, compartilhou a crítica. “O Detran é o pior órgão que tem para o usuário. Porque se você tiver habilitação você não é cliente do Detran? Você paga para tudo no Detran e você não é atendido”, desabafou. Segundo o condutor, a autarquia deveria agilizar o atendimento. “A pessoa tem que perder um dia para fazer um serviço desses? Isso está errado”, cravou.

Veja o desabafo dos usuários:

 

Para ter acesso à primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) João Vitor, de 18 anos, também enfrentou a fila para a biometria. Chegou na unidade do Shopping Popular às 8h30. Mas às 10h30 ainda aguardava na fila. Para o jovem, o serviço deveria ser mais rápido. O episódio tirou um pouco da empolgação dele com a chegada da primeira CNH. “Estou empolgado, mas é muito burocrático”, comentou.

O servidor público Arthur Rosa, de 46 anos, foi um dos usuários que conseguiu agendamento. Esperou apenas 10 minutos para atendimento. Mas ficou indignado com o tratamento dispensado para quem não havia agendado. “Coitado do povo. Ou agenda direito ou resolve esse problema”, arrematou.

Crise

Com o sistema digital fora do ar há dias, condutores não conseguiam acesso à CNH. A biometria é obrigatória para a abertura do processo de habilitação, reabilitação, transferência de unidade da federação, mudança ou adição de categoria.

Segundo nota do Detran, o agendamento para biometria será suspenso inicialmente por 15 dias. O serviço de coleta é oferecido nas seguintes unidades: edifício Sede do Detran, Shopping Popular, Taguatinga, Paranoá, Gama, Sobradinho, Brazlândia, Recanto das Emas, Planaltina e Escola Pública de Trânsito (906 Sul).

Outro lado

Em contato com Detran para comentar sobre o problema. Em nota, a autarquia afirmou que suspendeu por 15 dias a necessidade de agendamento, a partir desta última segunda-feira (11)

A suspensão do agendamento seria consequência de problemas no sistema da empresa Valid, prestadora do serviço de coleta biométrica. A empresa é a única credenciada pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) que oferece o serviço no Distrito Federal.

“Dessa forma, o cidadão que deseja realizar a abertura de processo de primeira habilitação, mudança ou adição de categoria e renovação da CNH deverá ir direto a uma unidade do Detran ou do Na Hora. O atendimento será feito por ordem de chegada, de acordo com a capacidade de cada unidade”, afirmou o órgão.

O início da coleta biométrica será realizado a partir das 7h, acompanhando o horário de funcionamento das unidades de atendimento do Detran (7h às 18h). Nos postos do Na Hora, o atendimento será a partir das 7h30. O órgão confirmou que manteve a marcação para usuários que conseguiram fazer o agendamento antes da suspensão.

“As equipes de tecnologia do Detran-DF e da empresa Valid (responsável pela prestação do serviço) estão empenhadas e trabalhando em conjunto para que que a situação seja normalizada o mais rápido possível, inclusive, com a ampliação do número de guichês para a realização do serviço de coleta biométrica nas unidades”, completou o Detran.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui