Operação tem como alvo ex-administrador do Recanto das Emas

Policiais civis cumpriram mandado de apreensão por grilagem de terras a famílias de baixa renda na Ceilândia e no Recanto das Emas. Operação foi iniciada nesta segunda-feira (6/6)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) executou, nesta segunda-feira (6/6), ações na Operação Callide no Recanto das Emas e em Ceilândia, tendo como alvo um ex-administrador da cidade recantense. A operação está sendo executada a fim de reprimir práticas de crimes de parcelamento irregular do solo (grilagem) e lavagem de dinheiro.

Os atos são feitos desde 2017, quando casas eram vendidas para população de baixa renda em ambas cidades, sob a promessa de serem regulares. O valor das parcelas irregulares era de R$ 200 mil, com entrada variando de R$ 20 mil a R$ 40 mil e financiamento em até 240 parcelas, depositado na conta da esposa de um sócio do ex-administrador.

As vítimas perceberam o golpe ao receberem notificação extrajudicial da Agência de Fiscalização (Agefis) para a demolição das casas. O terreno pertence à Terracap. Os fatos foram registrados à DEMA (Delegacia de Combate à Ocupação do Solo e os Crimes contra a Ordem Urbanística e o Meio Ambiente) que, na ação desta segunda, apreendeu documentos da associação habitacional, notebooks e celulares.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui