O GDF oferece mais 75 bolsas de estudo no ensino superior

Servidores públicos e ex-alunos de escolas públicas do DF podem concorrer a vagas no Centro de Ensino Unificado do DF. Inscrições ficam abertas de 7 a 22 de junho

 

O Governo do Distrito Federal (GDF), por intermédio da Secretaria de Economia (Seec), abriu inscrições para o Programa de Concessão de Bolsas de Estudos aos servidores públicos distritais e à sociedade civil. As inscrições poderão ser feitas de 7 a 22 de junho, na página da Escola de Governo, e o candidato contemplado terá direito a uma bolsa integral para cursar o ensino superior no Centro de Ensino Unificado do Distrito Federal (UDF), com início das aulas já no segundo semestre de 2022.

Como nas edições anteriores, as bolsas são destinadas a servidores públicos efetivos, empregados públicos do Distrito Federal e ex-alunos da rede pública de ensino do DF. Ao todo, serão oferecidas 75 bolsas.

“Ter a bolsa de estudos foi uma grande oportunidade que tive na vida, porque concluí minha graduação em administração pública e pude ter ascensão na minha carreira”Itamar Feitosa, secretário de Economia

Conforme o edital publicado na segunda-feira (30) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), o processo para concessão das bolsas terá etapas distintas de seleção para servidores públicos e sociedade civil. No caso dos candidatos da administração pública, serão levados em conta o tempo de serviço, a assiduidade, o número de dependentes, a remuneração e o nível de escolaridade.

Para os candidatos da sociedade civil, as exigências incluem a conclusão dos três anos do ensino médio em escola da rede pública de ensino do DF; ter realizado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2021 e ter obtido média mínima de 400 pontos; além de comprovar hipossuficiência de renda familiar.

Do total de 75 vagas, 37 são para servidores e 38 para a sociedade civil. A divisão é feita por curso ofertado e período das aulas.

“Fomentamos oportunidades, desenvolvimento e transformamos vidas com este programa. Muitas histórias de famílias inteiras que são beneficiadas com a chance de um ensino superior gratuito e de qualidade. Desde a criação, a Escola de Governo é parceira desta iniciativa inspiradora”Raquel Aben-Athar, vice-diretora executiva da Escola de Governo

O edital contempla os 21 cursos do centro universitário. Entre eles, estão as graduações em direito, administração, biomedicina, contabilidade, fonoaudiologia, pedagogia e letras português/inglês.

“Ter a bolsa de estudos foi uma grande oportunidade que tive na vida, porque concluí minha graduação em administração pública e pude ter ascensão na minha carreira”, explica o secretário de Economia, Itamar Feitosa, que foi beneficiado com uma bolsa de estudos na década de 1980. “Considero o programa um incentivo enorme para os servidores públicos do DF e agora, também, um grande incentivo para o cidadão que quer, mas não tem condições de pagar uma faculdade”, completa.

A vice-diretora executiva da Escola de Governo (Egov) e presidente da Comissão do Programa de Seleção das Bolsas de Estudo, Raquel Aben-Athar, destaca que a iniciativa já transformou a vida de milhares de famílias do DF. “Fomentamos oportunidades, desenvolvimento e transformamos vidas com este programa. Muitas histórias de famílias inteiras que são beneficiadas com a chance de um ensino superior gratuito e de qualidade. Desde a criação, a Escola de Governo é parceira desta iniciativa inspiradora”, afirma.

Bolsas na UDF

O programa de concessão de bolsas na UDF é parte de um acordo firmado entre o Governo do Distrito Federal e aquela instituição de ensino.

A oferta existe desde o fim da década de 1960 e vem sendo aprimorada a cada edição. O objetivo é ampliar, entre servidores e sociedade civil, o acesso totalmente gratuito ao ensino superior.

Atualmente, cerca de 400 alunos são bolsistas do programa.

*Com informações da Escola de Governo

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui