Motivos para fazer TCC sobre crimes virtuais

Fonte: pexels.com

Com o avanço da tecnologia, os crimes digitais têm se tornado um problema cada vez mais relevante para a sociedade, sendo um dos assuntos que podem ser abordados em pesquisas de trabalho de conclusão de curso (TCC) não somente em cursos da área de computação como também para cursos de direito.

Se você quer saber mais sobre os motivos para escrever um TCC sobre crimes cibernéticos e virtuais, vamos falar um pouco sobre os principais domínios de pesquisa dentro da área e como podem ser desenvolvidos na perspectiva de direito e de ciência da computação.

Temas de pesquisa sobre crimes virtuais

Fonte: pexels.com

A área de crimes eletrônicos inclui uma grande variedade de possibilidades de pesquisa e dentro dos temas disponíveis para desenvolver trabalhos também existem focos diversos. Pesquisadores de direito tendo um foco em como o sistema legislativo pode proteger as vítimas desses crimes, enquanto pesquisadores de tecnologia da informação focam em encontrar formas de prevenir que esses crimes ocorram.

Para começar a criação de um pré-projeto de TCC na área de crimes digitais primeiramente você precisa entender quais são as possibilidades de pesquisa em problemas específicos envolvendo os desafios no combate aos crimes cibernéticos no Brasil.

Por ser uma área que estimula muitos ramos de pesquisa, é difícil fazer uma lista exaustiva de possibilidades de domínios para pesquisa, mas a seguir vamos falar sobre alguns exemplos de temas atuais que podem ajudar na hora de escolher a proposta para a monografia ou TCC sobre crimes na internet.

Sabotagem informática

A sabotagem informática é a prática de sabotar sistemas de informação com o objetivo de destruir o conteúdo ali presente, normalmente sendo feita com o uso de vírus ou outros programas similares.

As pesquisas nesse assunto no campo de direito cibernético podem focar em como apesar de estar previsto em lei que crimes do gênero sejam punidos com uma pena de multa e de 1 a 3 anos de prisão, a sabotagem informática especificamente não está incluída no texto. 

O ponto de que crimes desse tipo não estão inclusos no texto da Lei é algo que pode dar espaço para que o responsável não seja devidamente punido, podendo ser relevante realizar uma pesquisa sobre o quanto casos de sabotagem informática são resolvidos.

Já para quem deseja realizar uma pesquisa sobre sabotagem informática no campo da tecnologia da informação pode ser interessante fazer uma pesquisa relacionada a eficácia dos principais programas de antivírus. Além disso, um estudo sobre o nível de conhecimento do público em geral sobre formas de se prevenir nesses casos também pode ser de bastante importância, não só acadêmica como social.

Estelionato

O estelionato é um crime contra o patrimônio, onde um indivíduo obtém vantagem causando prejuízo a alguém utilizando um meio fraudulento para levar a vítima a um erro. Quando se trata de crimes virtuais isso ocorre com frequência na utilização de serviços online para compras, pagamentos ou até mesmo preenchimento de formulários.

Estudantes da área de computação que estejam interessados em escrever um TCC ou artigo sobre crimes virtuais podem desenvolver um tema relacionado ao crime de estelionato, esse sendo um tipo de crime que oferece possibilidades de pesquisa para segurança da informação. 

É possível fazer pesquisa sobre as técnicas mais utilizadas para proteger as informações dos usuários em sites. Além disso, também existem opções na área de testes, onde pode ser realizada uma pesquisa sobre como garantir uma maior cobertura de cenários em que aspectos do sistema podem ser explorados por criminosos. 

Para estudantes de direito a pesquisa pode envolver um estudo sobre a taxa de ocorrência desse tipo de crime e em quantos casos as vítimas conseguem alcançar uma resolução. Como, por exemplo, casos em que os dados de cartão de crédito são roubados e a vítima tem dificuldades de resolver o problema diretamente com o banco e precisa recorrer a um processo judicial.

Invasão de dispositivo informático

O crime de invasão de dispositivo informático alheio está previsto na Lei 12.737/2012, legislação mais conhecida como Lei Carolina Dieckmann, isso sendo relacionado a um caso em que fotos da atriz foram divulgadas sem permissão após um indivíduo copiar fotos e conversas do seu computador.

Esse é um tipo de crime com bastante destaque na redação sobre crimes cibernéticos no Brasil, com o questionamento da eficácia dessa lei sendo base para o desenvolvimento de diversos trabalhos de pesquisa em direito.

Para pesquisa de TCC em direito esse tipo de crime pode ser estudado para avaliar a taxa de impunidade em casos de invasão de dispositivo, considerando que o texto da lei deixa muitos pontos definidos de forma ambígua e isso vem sendo questionado por pesquisadores na área.

Em pesquisas de tecnologia da informação o foco pode ser em segurança, analisando formas de tornar os dispositivos mais seguros quando acessam a internet. Porém como esse tipo de crime pode ser cometido com um indivíduo tendo acesso físico ao dispositivo da vítima, é relevante realizar estudos sobre como até mesmo no conforto do seu lar as pessoas podem se proteger.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.