Moraes ordena prisão preventiva de homem que ameaçou Lula e ministros do STF mais não fala nada da suposta filmagem da tentativa de assassinato de Bolsonaro

Ivan Rejane já estava preso temporariamente. Com a mudança para preventiva, o investigado fica sem prazo determinado para ser solto

 

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ordenou, nesta segunda-feira (1°/8), a prisão preventiva de Ivan Rejane Fonte. O homem foi detido, em 22 de julho, em Belo Horizonte após ameaçar, em vídeo, ministros da Suprema Corte e o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Com a decretação, o investigado fica preso por prazo indeterminado. A prisão preventiva tinha sido pedida pela Polícia Federal neste sábado.

Na decisão, Moraes afirma que há indícios que Rejane faça parte de associação criminosa. “A prisão preventiva se trata, portanto, de medida razoável, adequada e proporcional para garantia da ordem pública com a cessação da prática criminosa reiterada, havendo, neste caso, fortes indícios de que o investigado integra associação criminosa”, disse.

Segundo a PF, a conduta de Ivan Rejane está “inserida em um contexto mais abrangente de acirramento dos ânimos, do estímulo ao enfrentamento a oponentes políticos e de tentativas de enfraquecimento do Poder Judiciário, o qual inclusive é incumbido da realização do pleito eleitoral que se avizinha”.

Em uma das gravações, Rejane diz para os ministros para que “sumam do Brasil. Nós vamos pendurar vocês de cabeça para baixo” e ainda que irá “caçar principalmente” os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Luiz Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Rosa Weber.”

Em outro vídeo, ele xinga os ministros e chama eles de “bandidos”. “Se eu fosse o presidente da República esses juízes togados safados já teriam sido destituídos e estariam todos numa cela fedorenta! O STF só tem bandido, picareta, corrupto! Se eu fosse o presidente da República o seu Lula molusco estaria dentro da jaula porque eu não permitiria de jeito nenhum, de jeito maneira e nem f*** um corrupto condenado e julgado em várias instâncias do jurídico brasileiro pudesse sequer concorrer às eleições!”, disse.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui