Iecine abre inscrições para a Oficina de Design e Artes Gráficas Para Cinema

Atividade gratuita e online acontece de 6 de junho a 1º de julho via Zoom

A Secretaria da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), abre inscrições para a oficina Design e Artes Gráficaspara Cinema, do projeto de capacitação profissional Revelando o Rio Grande. A oficina vai ensinar  os alunos a trabalhar com programas de ilustração e design gráfico.

A atividade será ministrada pelo artista visual e diretor de arte, Leo Lage. Interessados podem se matricular gratuitamente, pelo link na bio do Instagram @ieciners.

Os encontros ocorrerão virtualmente pela plataforma Zoom, de 6 de junho a 1º de julho (de segunda a sexta-feira) de 2022, das 15h às 18h.

“Designer gráfico de cartazes e artes na área cultural, Leo Lage esbanja criatividade em uma vasta colaboração ao cinema gaúcho. São séries, curtas, longas-metragens e festivais de cinema com criações visuais do artista. A oficina busca instrumentalizar com repertório e domínio técnico novos profissionais para as artes gráficas dentro do campo audiovisual”, destaca Zeca Brito, diretor do Instituto Estadual de Cinema.

 

Programa

Regras, conceito simples para o desenvolvimento de layouts artísticos. – Introdução às técnicas das artes gráficas, composição visual, criação, efeitos, aplicação de resoluções.

Análises de imagens e obras gráficas no contexto do cinema.

Aplicação de conceitos teóricos.

Apresentação de referências e ferramentas.

Exercícios práticos em diferentes programas de ilustração e criação gráfica e design voltados para o cinema.

 

Ministrante

Leo Lage é artista visual, diretor de arte, ilustrador, fotógrafo experimental (com trabalho na área de imagens analógicas). Iniciou a carreira como assistente em uma pequena agência de publicidade em 1997. Por volta de 2000 foi designer de jogos eletrônicos e em 2001 entrou profissionalmente no mercado publicitário gaúcho, onde atuou por mais de 7 anos como diretor de arte publicitário de agências de grande porte como Escala e DCS.

A partir de 2008 trabalhou como diretor de arte, diretor de fotografia e manipulador de imagens na Casulo Image Concepts e em 2009 na Santa Transmidia, empresas que exigiram mudança para São Paulo onde morou por 5 anos.

Na carreira publicitária, além de publicações internacionais do meio, como revista Archive e alguns prêmios regionais, nacionais e internacionais como série de anúncios para Havaianas em 2012, juntamente com o artista Ricardo Pirecco, agência Norte e agência Almap, partilhou prêmios de bronze no Festival de Publicidade de Cannes, Ouro na CCSP, e prata no OJO.

Em 2014 abriu a Aro33 para atuar exclusivamente no mercado cultural brasileiro, mais especificamente Audiovisual, música e livros. Em 2016, juntamente com Rodrigo Marroni e Lipe Aluquerque ganhou prêmio Açorianos de melhor projeto gráfico para o álbum de estreeia da banda Dingo Bells.

Fora do Brasil, Léo tem parceria com o selo Worldhaus Music (atuante nos USA, Brasil, Canadá). No audiovisual participou de outros sessenta projetos, sendo em grande parte como designer, ilustrador ou artista visual para a criação de identidades visuais.

Leo também é responsável pela identidade visual do Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre- Frapa, desde 2014 até os dias atuais, assim como dos festivais MOPA – Mostra Polo Audiovisual RS), 4º Festival de Verão do RS de Cinema Internacional, Festival da Fronteira, além do mais recente Festival Pachamama de Cinema de Fronteira, no Acre. Tem cartazes presentes no Acervo da Cinemateca Capitólio.

 

Revelando o Rio Grande

O projeto Revelando o Rio Grande é uma realização da Sedac, por intermédio de convênio com o Ministério do Turismo, através da Secretaria Especial da Cultura do governo federal.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui