Desenterrado no Afeganistão carro usado por mulá Omar em fuga de 2001

O Talibã foi formado em Kandahar pelo mulá Omar, que liderou o movimento islâmico ao poder em 1996 após uma sangrenta guerra civil e impôs uma interpretação radical da sharia

 

Kandahar, Afeganistão- O veículo usado pelo mulá Omar, o líder histórico do Talibã, para fugir dos bombardeios americanos após o 11 de setembro de 2001, foi desenterrado no leste do Afeganistão, 21 anos depois de ter sido enterrado propositalmente, anunciaram autoridades locais.

O Toyota Corolla branco foi enterrado num vilarejo na província de Zabul, no sudeste do Afeganistão, pelo líder talibã Abdul Jabbar Omari, que ordenou que fosse desenterrado esta semana.

“Está em boas condições, apenas a parte da frente está um pouco danificada”, disse à AFP Rahmatullah Hammad, diretor de informação e cultura da província de Zabul.

“Este veículo foi enterrado pelos mujahideen (combatentes do Talibã), em memória de Omar em 2001, para evitar que fosse destruído”, explicou.

As autoridades do Talibã publicaram fotos do carro em um grande buraco, parcialmente coberto de terra, e desenterrado com picaretas e pás.

De acordo com Rahmatullah Hammad, o Talibã pretende colocar o veículo no museu nacional de Cabul, para exibi-lo como um “grande momento histórico”.

O Talibã foi formado em Kandahar pelo mulá Omar, que liderou o movimento islâmico ao poder em 1996 após uma sangrenta guerra civil e impôs uma interpretação radical da sharia (lei islâmica) em todo o país.

O Afeganistão tornou-se então um santuário para grupos jihadistas, incluindo a Al-Qaeda, responsável pelos ataques de 11 de setembro de 2001.

Quando o Talibã se recusou a entregar o líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden, os Estados Unidos e seus aliados lançaram uma grande operação militar no Afeganistão e expulsaram os talibãs do poder.

O mulá Omar morreu em 2013.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui