Concurso Senado: publicação de extrato de contrato torna edital ainda mais próximo

O documento foi publicado nesta terça-feira (26/7) e edital pode ser lançado em breve. Previsão é para agosto

O Senado Federal publicou o extrato de contrato entre a Casa e a Fundação Getúlio Vargas. O documento foi publicado nesta nesta terça-feira (26/7) no Diário Oficial da União. A publicação torna o lançamento do edital de abertura iminente, ou seja, ele pode ser divulgado a qualquer momento. Vale lembrar que a escolha da empresa organizadora foi definida no último dia 18 de julho por meio da publicação do Extrato de Dispensa.

A expectativa é de que o edital seja publicado em agosto. Segundo o Projeto Básico, a FGV terá um prazo de 15 dias úteis, após a assinatura do contrato, para elaborar a minuta de edital de abertura para ser avaliada e validada pela comissão do certame para posteriormente ser aprovada pelo presidente do Senado. Consta no portal de transparência que o contrato foi assinado no último domingo (24/7), ou seja, a FGV apresentará a minuta do documento até 12 de agosto.

Para Victor Dalton, sócio-fundador do Direção Concursos, professor de informática e consultor da Câmara dos Deputados, o que falta para que o edital seja lançado é a definição dos locais e datas viáveis das provas. “Ano eleitoral, final do ano, pode ser que a banca tenha alguma dificuldade para fechar essas datas”, explica.

Três empresas apresentaram propostas

O Senado Federal, em nota, informou que recebeu três propostas de empresas interessadas na organização do certame da instituição.  As empresas foram o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe); a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), como adiantado pelo Papo de Concurseiro.

O prazo para o envio das propostas foi de 12 dias úteis e iniciou em 9 de junho. Segundo a nota, as propostas foram abertas na última sexta-feira (1º/7) e a Comissão Examinadora do concurso publicou o Projeto Básico que orienta a contratação da banca examinadora.

Sobre a seleção

A nova seleção ofertará mais de mil vagas , sendo 19 vagas imediatas e 989 para formação do cadastro de reserva, totalizando 1.008 vagas. A Casa estima 71 mil inscritos e taxa de inscrição pode chegar a R$ 334,61. Confira mais detalhes aqui!

Além dos planos de carreira, a seleção oferece altos salários em todos os cargos. As remunerações iniciais chegam a R$ 34 mil. Autorizado desde abril, todas as oportunidades serão para carreiras de nível superior. Veja quais cargos serão contemplados no concurso, o número de vagas, requisitos e salários:

Técnico legislativo – policial legislativo

  • Vagas: 6
  • Requisitos: nível superior completo em qualquer área e a Carteira Nacional de Habilitação na categoria B
  • Remuneração inicial:  R$ 20.410,07, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 982,28

Analista legislativo

  • Vagas: 10 (sendo uma para cada uma das seguintes áreas: administração; arquivologia; assistência social; contabilidade; enfermagem; informática legislativa; processo legislativo; registro e redação parlamentar; engenharia do trabalho; engenharia eletrônica e telecomunicações).
  • Requisitos: nível superior completo na área que deseja concorrer
  • Remuneração inicial: R$ 26.880,04, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 982,28

Advogado

  • Vagas: 1
  • Requisitos: bacharelado em direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil
  • Remuneração inicial: R$ 34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 982,28

Consultor Legislativo

  • Vagas: 2 (sendo uma para assessoramento em orçamentos e uma para assessoramento legislativo)
  • Requisitos: nível superior completo
  • Remuneração inicial: R$ 34.443,96, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 982,28

Rodrigo Lima, professor do Gran Cursos Online orienta que o candidato faça um planejamento de estudos. “Esse concurso é muito difícil, já que são poucas vagas e as vantagens são enormes: salário alto, clima organizacional bom, vários benefícios funcionais, carga horária flexível, além de ser um trabalho relevante para a sociedade. Por isso, o aluno precisa ficar antenado, fazer um bom planejamento, definir quais são as horas que ele vai estudar e ter muito foco e disciplina”, comenta.

Em 2019, um concurso para o Senado Federal chegou a ser autorizado, mas acabou suspenso. Na época, o Cebraspe foi o indicado e disputou com outras sete bancas. Porém, durante a pandemia da Covid-19, em 2020, os trâmites foram suspensos sob justificativa de contenção de gastos diante da situação epidemiológica.

Última seleção

O último certame ocorreu em 2012 e ofereceu chances para técnico, consultor e analista. Foram 246 oportunidades de níveis médio e superior. A concorrência geral foi de 642 candidatos por vaga. O posto que registrou o maior número de cadastros foi o de analista legislativo, com mais de 63 mil concorrentes.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.