A PRF realiza operação contra exploração de crianças e adolescentes no DF

Ação de combate fiscalizou 113 pessoas e prendeu quatro. Ao todo, 12 pontos de vulnerabilidade localizados nas BR’s BRs 040, 060, 070 foram alvo da polícia

 

Com objetivo de combater o crime de exploração sexual de crianças e adolescentes, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) percorreu 12 pontos vulneráveis próximos às BRs 040, 060, 070, no Distrito Federal. Ao todo, 113 pessoas foram fiscalizadas e quatro presas — uma por ter mandado de prisão em aberto e outras três por crimes como porte ilegal de arma de fogo e porte de droga para consumo.

A operação Parador ocorreu entre os dias 2 a 18 de maio, e foi deflagrada no mês em que é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio, data determinada oficialmente pela Lei 9.970/2000.

PRF realiza operação contra exploração de crianças e adolescentes no DF
PRF realiza operação contra exploração de crianças e adolescentes no DF(foto: Divulgação/PRF)

 

Dados do Disque 100 mostram que em 2019 foram registradas um total de 86.837 denúncias de violência sexual contra menores de idade. Ao comparar os dados referentes aos meses de março e abril de 2020 com o mesmo período do ano anterior, houve um aumento de 85% e 47%, respectivamente.

Além da operação em pontos vulneráveis nas áreas próximas às rodovias federais, a PRF/DF realizou no dia 18 de maio diversas ações educativas — que alcançaram aproximadamente 1600 pessoas — nos municípios de Alvorada do Norte (GO), Simolândia (GO) e Buritinópolis (GO), além da região de Santa Maria.

A corporação promoveu palestras para crianças e adolescentes em escolas, distribuiu panfletos sobre o tema e acompanhou um passeio ciclístico realizado para divulgar a importância de protegermos nossas crianças e adolescentes da violência sexual.

Combate

A operação Parador 27 foi deflagrada em todo o Brasil e ocorreu entre os dias 02 e 18 de maio deste ano, tendo como finalidade reprimir o crime de exploração sexual de crianças e adolescentes em locais de vulnerabilidade por meio de ações integradas de prevenção, de inteligência e de fiscalização.

Além disso, os procedimentos foram coordenados nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), e a nível estadual contou com a coordenação da Polícia Rodoviária Federal, das Secretarias de Segurança Estaduais, das Polícias Civis e Militares dos 26 Estados e do Distrito Federal.

Interessados em ajudar no combate ao crime podem ligar para o Disque 100 e para o 180. As chamadas são gratuitas e podem ser anônimas. Qualquer pessoa pode acionar o serviço, que funciona diariamente, 24 horas. A PRF também pode ser acionada, por meio do 191.

 

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui