Se a moda pega! Um Homem que se “transformou em cachorro” detalha os perrengues da mudança

O japonês conhecido como Toco faz registros nas redes sociais de sua experiência como um cachorro

 

 

Um japonês conhecido como Toco, nome usado no perfil no Twitter, gastou cerca de 2 milhões de ienes (aproximadamente R$ 75,9 mil) para fazer uma fantasia de um cão da raça collie e “se transformar em um cachorro”.

O homem vem registrando o uso da fantasia hiper-realista em um canal do YouTube e, entre os conteúdos, traz relatos das dificuldades de adaptação à “vida animal”.

Entre esses problemas está subir no sofá de casa. No registro é possível ver Toco vestido de cachorro passando pouco mais de um minuto se mexendo para tentar subir no pequeno sofá. O vídeo já tem quase 23 mil visualizações.

A transformação inusitada

Apaixonado por cachorros, Toco sempre alimentou o fetiche de agir como cão e decidiu se tornar um. Para isso, o homem escolheu uma fantasia inspirada especificamente nos collie, por ser a sua raça de cachorro favorita.

O japonês encomendou um traje personalizado da Zeppet Workshop, famoso estúdio japonês especializado em arte e modelagem.

A peça levou cerca de 40 dias para ficar pronto e apresenta um alto nível de detalhes realistas e pele sintética para aumentar ainda mais a semelhança com o cão.

As características físicas da raça, como as tonalidades fortes de sua pelagem e sua estrutura, ajudam a camuflar completamente o corpo humano que veste a fantasia, permitindo a Toco enganar as pessoas.

Em entrevista ao canal japonês Nippon TV, os profissionais da Zeppet falaram sobre o desafio de produzir uma fantasia com riqueza de detalhes e com materiais de alto custo, como borracha sintética.

“A anatomia canina é muito diferente da humana, então tivemos que ser engenhosos. Usamos fotos de collies tiradas de diferentes ângulos, melhoramos a maciez do casaco para esconder a casca da fantasia o máximo possível e fizemos a boca abrir e fechar sozinha”.

anuncio patrocinado
Anunciando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui