Performance em homenagem a Carlito Carvalhosa/Desenho Vivo

0

FESTIVAL DESENHO VIVO

 

Lançamento do catálogo no dia 24/09, no Centro Cultural Banco do Brasil em Brasília, terá performance em homenagem ao artista Carlito Carvalhosa

 

*Performance apresentará a obra “Rio”, inspirada em texto de Lygia Clark e realizada uma única vez, no MoMA, em 2014

 

Primeiro evento brasileiro dedicado ao desenho como protagonista, o Festival Desenho Vivo realizou, entre 7 de julho a 1º de agosto, no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, oficinas, ateliês, apresentações musicais, mostra de cinema de animação e muito mais. Agora, o festival fecha as atividades em alto estilo, promovendo o lançamento do catálogo no próximo dia 24 de setembro, nos jardins do CCBB Brasília,  às 16h,  com performance em homenagem ao artista paulista Carlito Carvalhosa, falecido aos 59 anos em maio último. A entrada é franca. Conta com intérprete de libras.

 

Considerado um dos principais nomes da arte contemporânea brasileira, em 2014 Carlito Carvalhosa foi convidado pelo Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, o MoMA, a apresentar a performance “Rio” no Abby Aldrich Rockefeller Sculputure Garden. Nela, um texto da grande artista Lygia Clark (1920-1988) foi impresso em uma longa fita de tecido e lido de forma coletiva por todos os presentes. A performance nunca mais se repetiu.

 

Por sugestão do poeta e historiador da arte venezuelano Luis Pérez-Oramas, ex-curador do MoMA, a performance – que era chamada por Carlito Carvalhosa de “desenho” – vai ganhar uma segunda apresentaçã no CCBB Brasília. Estarão presentes artistas que participaram dos ateliês presenciais do Festival Desenho Vivo, artistas, agentes culturais do Distrito Federal, convidados e público espontâneo. A performance será conduzida pela artista e assistente do Carlito em vida, Carolina Veiga e contará também com a presença da família do artista.

 

O lançamento do Catálogo Desenho Vivo se integra à 15ª Primavera dos Museus e contará com a participação dos realizadores do festival e de artistas. O FESTIVAL DESENHO VIVO foi concebido e tem curadoria de Gregório Soares Rodrigues, coordenação de criação de Carol Nogueira e produção executiva de Juana Miranda. Realização do Centro Cultural Banco do Brasil e patrocínio do Banco do Brasil.

 

 

 

 

HOMENAGEM

CARLITO CARVALHOSA – Pintor, gravador, escultor, foi o primeiro artista brasileiro vivo a ter uma exposição solo no MoMA e ainda hoje é um dos poucos nomes que apresentaram seu trabalho nessa renomada instituição. Carvalhosa nasceu em São Paulo, em 1961, onde veio a falecer em 2021, vítima de câncer. Integrou a Casa 7, um grupo de amigos artistas que se reuniu em 1980 e que incluía Nuno Ramos e Fábio Miguez, entre outros. Influenciados pelo neoexpressionismo alemão e pela transvanguarda italiana, os artistas trabalhavam com pinturas gestuais de grandes dimensões. Da época são as obras translúcidas, criadas por Carvalhosa usando cera sobre tela. Na década de 1990, o artista passou a criar esculturas usando outros materiais e se consagrou como um herdeiro dos ideais plásticos de Hélio Oiticica. Além da mostra histórica no MoMA, as obras de Carvalhosa foram expostas em várias bienais, entre elas a 18ª Bienal Internacional de Arte de São Paulo, em 1985, a Bienal de Havana, em Cuba, no ano seguinte, e a Bienal do Mercosul, em 2001 e 2009.

 

 

FESTIVAL DESENHO VIVO – LANÇAMENTO DO CATÁLOGO

Data: 24 de setembro de 2021

Local:Nos jardins do Centro Cultural Banco do Brasil Brasí

Horário: performance “Rio” e lançamento às 16h

ENTRADA FRANCA (normas de visitação e segurança referentes à Covid-19 estão sinalizadas no site www.bb.com.br/cultura)

 

Informações: (61) 3108-7600 ou pelo e-mail ccbbdf@bb.com.br

anuncio patrocinado
Anunciando...