Mulher é morta ao tentar impedir assassinato do filho

0

Ao ser preso, agressor assumiu o crime e contou que a intenção era matar o filho da mulher, de quem era inimigo

 

A noite de quarta-feira (1/9) foi marcada por uma grande tragédia, em João Monlevade, na Região Central de Minas Gerais. Uma mulher foi morta, ao ser esfaqueada quando tentava defender o filho, que era o alvo do agressor. A vítima tinha 40 anos, e o agressor, de 20, foi preso algumas horas depois.

Era por volta de 19h30, quando o homem chegou à Rua das Flores, no Bairro São Benedito, e passou a vigiar a casa do rival. O objetivo, segundo confessou ao ser preso escondido num matagal próximo do local da morte, era matar.

Quando viu o rival, sacou a faca e passou a persegui-lo. No momento em que o alçançou, a mulher entrou na frente do filho e acabou esfaqueada.

Ao ver a mulher caída, o agressor fugiu em direção a um matagal próximo à linha férrea, onde foi capturado. A mulher chegou a ser socorrida, sendo levada para o Hospital Margarida.

O homem de 20 anos, autor das facadas, foi levado para a delegacia, Na conversa com os policiais, assumiu o crime e será indiciado por homicídio culposo, com intenção de matar. Ele está sendo encaminhado para o sistema prisional, onde aguardará o julgamento. A pena varia de 12 a 30 anos.

anuncio patrocinado
Anunciando...