Sem uma solução prática a Igrejinha da Asa Sul é assaltada pela terceira vez, em menos de um ano

0

Desta vez, foi furtado um crucifixo de madeira. Câmeras de segurança da paróquia gravaram o momento da ação do criminoso

 

 

A Igreja Nossa Senhora de Fátima, popularmente conhecida como Igrejinha da 307/308 Sul, foi mais uma vez assaltada. O crime ocorreu na madrugada desta quarta-feira (25/8), por volta das 0h40. Um crucifixo de madeira foi levado pelo criminoso, que agiu sozinho. Câmeras de segurança captaram a ação e as imagens são utilizadas pela polícia para a identificação do suspeito.

Esta é a terceira vez, em menos de um ano, que a paróquia é assaltada. Nos meses de outubro e novembro, a igreja também foi alvo de criminosos, que furtaram um computador, cofre, além de bagunçar e quebrar algumas portas na parte interna.

Para tentar inibir a onda de assaltos, a igreja instalou câmeras de segurança e sistema de alarme. O delegado-adjunto da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) Maurício Iacozzili afirma que as medidas de seguranças instaladas foram um dos fatores que contribuiu para que o ladrão não levasse mais coisas. “Acredito que o sistema de alarme tenha assustado o criminoso, que pegou o crucifixo e saiu correndo”, destacou Maurício.

As imagens das câmeras de segurança auxiliaram o trabalho da equipe de investigação para a identificação do suspeito. A perícia foi feita na manhã desta quarta-feira (25/8) e um inquérito será instaurado para a apuração dos fatos e prisão do autor do crime.

Insegurança

O frei Reinaldo Dos Santos Pereira, responsável pela paróquia desde outubro de 2020, conta que a sensação de medo e de insegurança é grande. “Temos um zelador, mas ele fica até as 21h. Depois estamos a mercê da segurança pública. Não tem viatura constante e a pouca iluminação no período da noite também é um fator que preocupa”, relata o frei Reinaldo.

Para o religioso, o que fica é o sentimento de tristeza. “Por mais que a Igrejinha seja um espaço turístico, ela é um templo onde as pessoas vêm buscar conforto em sua fé. Quando uma situação dessa ocorre, isso mexe conosco, pela violação ao sagrado”, ressalta. Apesar do assalto, a igreja seguiu com a programação normal nesta quarta-feira (25/8), recebendo os fiéis.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou, em nota, que realiza patrulhamento diariamente nas quadras da Asa Sul. “Mais uma vez, reiteramos que os criminosos esperam o melhor momento para agir. Neste caso, a PMDF orienta aos moradores e comerciantes da quadra para que procurem o Batalhão da área para falar sobre as demandas de segurança”, pontuou a corporação.

anuncio patrocinado
Anunciando...