Concursos na área da educação: como se preparar? VEJA!

0

Saiba como se preparar para os concursos da área da educação de maneira mais eficiente e garanta a sua vaga na iniciativa pública!

A busca pelo sonhado cargo público acontece em todas as áreas, incluindo a área educacional. Isso não é sem razão; afinal, além da estabilidade, um profissional aprovado em concursos na área da educação conta também com uma série de benefícios. Ademais, a educação apresenta grande importância para a sociedade, auxiliando no desenvolvimento acadêmico, intelectual e humano de crianças e adolescentes.

Se você busca a aprovação nos concursos da área da educação no ano de 2021, este artigo é para você! Acompanhe para ficar por dentro dos principais benefícios da carreiras, conteúdos obrigatórios para sua rotina de estudos, por que estudar por questões e outras dicas exclusivas!

Concursos na área da educação: quais são os benefícios?

O  piso salarial nacional para os profissionais da área da educação, de acordo com o art. 2º da Lei 11.738, de 16/07/2008 é de R$ 950,00  com formação mínima de nível médio, na modalidade normal, e com jornada de trabalho de até 40 horas semanais.

Apesar do valor ser considerado modesto, profissionais dessa área desfrutam de uma série de oportunidade de crescimento profissional e progressão de carreira, tais como:

  • Progressão vertical por tempo de serviço;
  • Progressão horizontal.
  • Progressão vertical por mérito;

Além disso, os profissionais aprovados em concursos na área da educação também poderão usufruir de:

  • Adicional de tempo de serviço (Anuênio);
  • Licença-prêmio/licença-servidor;
  • Ampliação de carga horária;
  • Abono de permanência;

Concursos na área da educação: quais são as diferentes carreiras?

Os concursos na área da educação não se limitam somente ao cargo de professor. Também existem outras oportunidades que poderão e deverão ser preenchidas para garantir o funcionamento de Instituições Educacionais. Veja alguns outros exemplos abaixo:

Direção da escola

Nessa categoria estão previstas as carreiras de Diretor e de Coordenador Pedagógico. Para se classificar para os concursos dessa espécie, os candidatos devem apresentar licenciatura em pedagogia e/ou pós-graduação na área da educação. Ainda que os critérios costumem variar, estes cargos são inerentemente de nível superior.

  • Atribuições do Diretor: Supervisiona a qualidade de ensino e trabalha no plano pedagógico geral da escola. O diretor também tem um papel extremamente social, atuando ativamente na comunidade em que a Instituição de Ensino está envolvida. A faixa salarial para o cargo fica em torno de R$ 3,5 mil reais + benefícios.
  • Atribuições do Coordenador Pedagógico: o foco do coordenador está na manutenção das relações interpessoais da equipe escolar e alunos. Além disso, também é responsável por resolver conflitos de ordem organizacional, burocrática e disciplinar no ambiente escolar. A faixa salarial para o cargo fica em torno de 2,5 mil reais + benefícios.

Ensino regular

Aqui entram os professores de nível infantil, fundamental e médio. Ainda que a cobrança varie de edital para edital, a cobrança do curso de licenciatura na área pretendida costuma ser obrigatória. Esses profissionais estarão envolvidos diretamente com a educação de crianças e adolescentes, necessitando dominar noções de pedagogia e didática, além do conteúdo a ser ministrado. A estimativa salarial desses profissionais pode ficar em torno de 3 mil + benefícios.

Suporte e assistência

São os profissionais envolvidos no suporte da administração do ambiente escolar, isto é, técnicos, agentes, assistentes e inspetores escolares. Geralmente as oportunidades nesse segmento são de nível médio com remunerações que variam de R$ 900 a R$ 1500.  Além disso, também há oportunidades para merendeiras, zeladores e segurança. Todos esses profissionais são essenciais para o bom funcionamento da escola e compõe o corpo escolar.

Não espere o edital ser publicado

As incertezas trazidas com a pandemia certamente ajudaram a fortalecer a crença de que só vale a pena começar para um concurso que já tenha edital publicado. Mas você sabia que existem muitos benefícios de se começar a estudar no momento pré-edital?

O mais essencial desses benefícios está no tempo, um dos recursos mais preciosos para todo o concurseiro. Afinal, basta dar uma olhada para qualquer edital de seleção para perceber o quão vasta é a lista de conteúdos previstos. Se você deixar para estudar apenas quando o edital for publicado, tudo terá de ser feito às pressas, dando a impressão de que nenhuma matéria foi bem estudada.

Não tem nada pior do que sentir que você poderia ter feito melhor se tivesse tido mais tempo, não é? Um outro ponto positivo é que o estudo pré-edital te permite adicionar o estudo de maneira gradual na sua rotina exatamente porque existe mais tempo viável para a preparação. Assim, você não precisará começar estudando 6 a 8 horas por dia.

Começar por aí pode parecer simples, mas o estudo é um hábito e precisa ser construído. Para quem não está acostumado, essas rotinas extensas podem ser extremamente maçantes e apresentar grandes chances de serem postergadas ou perderem qualidade. Por tudo isso, a melhor recomendação é buscar o certame que você gostaria de fazer, seja ele estadual, municipal ou federal e acompanhar as notícias e desdobramentos sobre a seleção.

Mesmo quando ainda não há previsão de publicação de editais, algumas notícias podem ser encontrada em sites confiáveis como o Blog Gran Cursos Online! Enquanto você fica ligado nos trâmites, você avança nos conteúdos, podendo bater e aperfeiçoar as matérias do edital. É aquele famoso ditado: quando a oportunidade que você tanto quis chegar é importante estar pronto para agarrá-la!

Quais são as matérias mais frequentes em concursos da área da educação?

Concursos de uma mesma área de atuação geralmente compartilham o mesmo esqueleto de matérias que são constantes na maioria dos certames públicos. Por isso, se você está estudando para a carreira da educação, os tópicos a seguir com certeza deverão aparecer na sua preparação:

  • Tendências, Avaliação e Planejamento Didático
  • Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)
  • Aspectos Filosóficos e Sociológicos da Educação
  • LDB (Leis de Diretrizes e Bases da Educação) e Plano Nacional de Educação
  • Projeto Político Pedagógico

Além disso, na parte de conhecimentos básicos é sempre importante garantir um bom conhecimento de Língua Portuguesa e Informática, dois assuntos que são cada vez mais cobrados na maioria das provas de concurso público!

Estude por questões

Estudar por questões oferece uma série de benefícios em todos os momentos da sua preparação. Afinal, por meio dessa técnica você é capaz tanto de fixar e revisar conhecimentos, quanto avaliar o seu desempenho e conhecimento em cada matéria. É o famoso “quem sabe faz ao vivo”.

Para saber a importância de estudar por questões, basta pensar na pirâmide de aprendizado de William Glasser! Essa teoria aborda a nossa capacidade de aprendizado e retenção de informações levando em consideração cada uma das técnicas básicas de estudo.

A resolução de questões de concurso se enquadra na utilização do conhecimento e por isso é responsável por 80% da retenção de tudo que foi estudado. Isso não é sem razão, afinal, diariamente o cérebro classifica as informações absorvidas e define quais serão esquecidas. O nome desse fenômeno é chamado de curva do esquecimento e pode ser barrado tanto com a resolução diária de questões, quanto pela realização de revisões periódicas.

O professor Carlinhos Maia apontou que, para uma excelente preparação na área de concursos da área da educação, deve-se almejar por resolver 500 questões por semana! Parece coisa demais para quem vai iniciar os estudos agora, mas com o tempo você ganhará velocidade e proficiência para realizar itens cada vez mais rápido, sem sacrificar sua capacidade de raciocínio e atenção.

Clique aqui para acessar o Gran Cursos Questões e faça seu cadastro gratuito! 

Organize seus estudos e materiais

Um importante passo para ser aprovado em concursos públicos da área da educação é organizar seu tempo com um cronograma de estudos. Existem diversas formas de fazer isso, que podem ir desde a criação de uma grade horária até o emprego do popular e eficiente ciclo de estudos.

Por meio do cronograma de estudos você poderá garantir um melhor aproveitamento do seu tempo, traçar metas e acompanhar o seu desempenho mais de perto! Afinal, um eficiente planejamento de estudos baseia-se na hierarquização dos conteúdos, com tempos distintos para cada matéria contemplada.

Saiba tudo como formular um bom cronograma de estudos! 

Escolher os materiais também é uma etapa importante! Já salientamos para você como é importante ter seus materiais atualizados. Além disso, também é muito importante buscar recursos de qualidade, desenvolvidos por professores qualificados e especialistas! Sempre que possível busque a uniformidade dos seus materiais. Afinal, cada segmento irá aplicar técnicas didáticas diferentes e para algumas pessoas, a variação pode ser confusa! Experimente para descobrir o que é melhor para você!

Aqui no Gran você pode conferir uma série de materiais gratuitos para auxiliar na sua aprovação em concursos na área da educação. Veja:

anuncio patrocinado
Anunciando...