Serial killer, que matou menina de 12 anos, morreu na prisão aos 77 anos

0

Homem tinha sido condenado à pena de morte.

 

Um assassino em série, acusado pela morte de, pelo menos, cinco mulheres, incluindo uma menina de 12 anos, morreu na prisão.

Rodney James Alcala, de 77 anos, e conhecido como o “The Dating Game Killer” – por ter aparecido num programa de televisão de jogos, em 1977. O recluso, que tinha sido condenado à morte, morreu de causas naturais antes de ter sido executado.

Alcala foi condenado à morte pela primeira vez em 1980 na Califórnia, depois de ter sido julgado e condenado pelo rapto e assassinato de Robin Samsoe, de 12 anos de idade, em 1977.

Entre as vítimas do homem estão Jill Barcomb, de 18 anos, Georgia Wixted, de 27 anos, Charlotte Lamb, de 32 anos e  Jill Parenteau, de 21 anos, e Christine Ruth Thornton, grávida de seis meses que desapareceu em 1978, mas cujo corpo só foi encontrado em  1982.

As autoridades acreditam que Alcala podia estar ligado ainda  a outros homicidios ocorridos na Califórnia, Washington, Nova Iorque, New Hampshire e Arizona.

anuncio patrocinado
Anunciando...