Veja como pagar meia entrada e metade da passagem sem ser estudante

0

O ID Jovem é um programa do Governo Federal e possui mais de 2 milhões de usuários. Adolescentes e jovens que possuam entre 15 e 29 anos podem ter acesso ao benefício.

 

Se locomover por meio de transporte público, ir ao cinema, show, teatros, enfim, podem parecer coisas comuns. Porém, para jovens de baixa renda a realidade não é tão simples assim. Por isso, o Governo Federal disponibiliza a Identidade Jovem (ID Jovem).

O documento facilita o acesso a eventos culturais, esportivos e ao transporte público urbano. Na prática, o ID Jovem tem o objetivo de deixar esses serviços mais baratos.

Adolescentes e jovens que possuam entre 15 e 29 anos podem ter acesso ao benefício. Além disso, é preciso comprovar renda familiar de até dois salários mínimos. Atualmente, são 2,1 milhões de pessoas que detêm o ID Jovem.

O documento dá condições de pagamento de “meia entrada” nos eventos citados. Ele também fornece descontos para transporte público.

Para criar o seu ID é necessário estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal.

Como verificar se já possui registro no CadÚnico:

O Cadastro Único (CadÚnico) é um programa governamental que coleta dados pessoais e trabalhistas. Dessa forma, o Governo consegue identificar e dar suporte a quem precisa.

Para ter acesso às informações, existem três meios:

1 – Site:

Acesse o site Meu CadÚnico. https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/

Preencha o formulário com seu nome completo e clique em “Emitir”.

2 – Aplicativo:

Baixe o aplicativo do CadÚnico.

Preencha o mesmo formulário do site e verifique as informações.

3 – Telefone:

Ligue para o número 0800 707-2003. Selecione a opção 5. O horário de atendimento é das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h aos finais de semana e feriados.

Mesmo proporcionando benefícios, muitos brasileiros que poderiam ter acesso não fizeram a inscrição no programa. Para validar seus direitos, é necessário procurar uma unidade do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) da sua cidade. O Centro é responsável pela inserção e atualização dos dados no sistema federal.

Para estar devidamente cadastrado serão necessárias informações do segurado e do núcleo familiar. Dados como situação de moradia, profissão, renda, escolaridade, gastos mensais, entre outros, precisam ser fornecidos.

Confira os documentos necessários para o CadÚnico:

– Certidão de Nascimento;

– Certidão de Casamento;

– CPF;

– RG;

– Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);

– Carteira de Trabalho;

– Título de Eleitor.

O cadastro demora 15 dias para ser analisado pelo poder público. Depois, basta entrar em contato com o CRAS onde o registro foi realizado. Após aprovação, será fornecido o Número de Identificação Social (NIS).

Como tirar o ID Jovem?

Depois de estar inscrito no CadÚnico devidamente, o jovem precisa baixar o documento digital.

Basta baixar o aplicativo ID Jovem 2.0, disponível para quem tem Android. Do contrário, é necessário acessar o site idjovem.juventude.gov.br/. Após ser emitido, o documento tem validade de seis meses, podendo ser renovado.

anuncio patrocinado
Anunciando...