Sócio de restaurante no DF briga com motoboy que sentou para carregar celular

0

A discussão ocorreu no ParkShopping, no Distrito Federal, e a situação acabou sendo filmada e foi parar nas redes sociais

 

Uma discussão entre um empresário e um funcionário acabou parando nas redes sociais. O sócio do restaurante italiano Abbraccio, localizado no ParkShopping, questionou o motivo de um motoboy estar sentado e carregando o celular no local. O homem estava em uma área destinada ao apoio de entregadores que esperam os pedidos serem finalizados pelos restaurantes.

No vídeo, é possível ver o empresário discutindo e afirmando que o motociclista não poderia mais ir ao estabelecimento: “Na minha loja você não pisa mais não”. “Estou nesse shopping há 15 anos. Não vai chegar motoboy e achar que manda não”, disse o sócio.

O homem fala também a outro funcionário do shopping, que fica ali para organizar e impedir aglomeração, afirmando que aquela situação não poderia acontecer. O empresário afirmou ainda que tirou Everton da plataforma online utilizada, afirmando que ele não poderia mais fazer entregas do restaurante.

O motociclista Everton Santos Silva revelou ainda ao Correio que vai tomar medidas sobre o ocorrido: “Vou procurar o sindicado dos motoboys, que é minha classe de trabalho, procurar uma advogada”.

Segundo ele, uma manifestação será realizada nesta terça-feira (20/7), no shopping, contra a discriminação dos entregadores. “A manifestação foi após outros entregadores se manifestarem pelo ocorrido e depois de verem o vídeo em si e por já terem passado por casos parecidos”.

O entregador contou que casos como esses são comuns, mas muitas vezes não tem a mesma repercussão por serem casos isolados. “Nós somos muito discriminados e tratados como cachorros. Essa é a realidade da situação. Esse foi um caso que foi a público porque o dono do restaurante se exaltou e fez o que fez. Em outros casos eles não se expõem tanto. Ele errou nisso. Se ele não tivesse se exposto desse jeito seria outro caso isolado.”

Em nota enviada ao Correio, o shopping lamentou o ocorrido e afirmou que o estabelecimento preza pelo respeito a todos os públicos que frequentam o ambiente. Confira na íntegra:

“O ParkShopping lamenta profundamente o ocorrido entre o sócio de uma loja e um entregador, na doca do empreendimento, um local de suporte para trabalhadores das operações de entrega. Respeitamos todos os públicos que frequentam o ParkShopping e prezamos pela boa convivência e relacionamento cordial entre lojistas, colaboradores, prestadores de serviço, clientes e todos que circulam e trabalham no shopping”.

Já o Abbraccio nos passou a seguinte nota:

“Agradecemos a oportunidade de esclarecer o ocorrido. Nós, da Bloomin’ Brands, grupo detentor da marca Abbraccio, informamos que o que é retratado no vídeo não condiz com a nossa relação com os profissionais de entrega. Lamentamos o ocorrido. Informamos também o sócio do restaurante foi afastado para que possamos apurar todos os pontos e refazer o processo de orientação do trabalho com os entregadores locais. Estamos no Brasil há 23 anos e temos um relacionamento genuíno com as nossas pessoas e os fornecedores que trabalham conosco.

Nada justifica o desalinhamento com nossos procedimentos e já iniciamos a reorientação de todo o time do restaurante em relação à nossa filosofia para que situações como esta não voltem a acontecer.

Para nós, é muito importante reforçar que temos uma relação de respeito e profissionalismo com todos os motoboys responsáveis pela logística do nosso delivery e isso se reflete no dia a dia com o atendimento de milhares de pedidos todos os meses em todas as cidades onde estamos presentes.” 

anuncio patrocinado
Anunciando...