Policial do DF é preso em operação contra roubo de bancos na Paraíba

0

Segundo as investigações, sargento da PM era responsável pela segurança do grupo criminoso. Quadrilha também é suspeita de envolvimento com tráfico de drogas, roubos de gado e lavagem de dinheiro

 

 

Um sargento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi preso, na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba, por fazer parte de uma quadrilha especializada em roubo de bancos. A Operação Máchi, da Polícia Civil da Paraíba, desarticulou a organização criminosa — que também era investigada por tráfico de drogas. A ação aconteceu neste sábado (10/7) e domingo (11/7). Segundo a força-tarefa, o policial era responsável pela segurança do grupo.

A atuação dos criminosos acontecia principalmente nos estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte. A quadrilha também é suspeita de envolvimento com roubos de gado e lavagem de dinheiro. De acordo com o superintendente de Polícia Civil na região de Patos (PB), delegado Cristiano Jacques, o local onde foi encontrada uma plantação de maconha também era utilizado como esconderijo para membros da organização criminosa, após roubos a agências bancárias. “Trata-se de uma organização criminosa bem articulada e que movimentava muito dinheiro com esses crimes. Eles estavam se programando para mais um roubo a banco na Paraíba”, disse o delegado.

A operação foi realizada pelas Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e o Corpo Militar de Bombeiros da Paraíba. Durante as diligências, os policiais apreenderam drogas e armas de fogo, além de localizarem uma plantação de maconha com 100 mil mudas para cultivo, no município de Janduís (Rio Grande do Norte).

No ponto-base do grupo havia tendas, redes de dormir, alimentos não perecíveis e vários utensílios. A plantação de maconha era mantida com um sistema de irrigação. Até o momento, oito pessoas foram presas, sendo quatro na Paraíba, três no Distrito Federal e uma na Bahia. Com os suspeitos, foram apreendidas armas de fogo, drogas e uma plantação de mudas de maconha.

Em nota, a PMDF afirmou que o homem preso é um policial da reserva remunerada e que a corporação ainda não foi notificada formalmente. “A partir do momento em que a autoridade correicional for comunicada de maneira formal, será adotada as medidas cabíveis”, disse.

 Tentamos contato com a defesa do sargento, mas até o momento, não teve retorno. O espaço segue aberto para manifestação.

anuncio patrocinado
Anunciando...