O Diabão que agora acredita em Deus! Recebe alta após nova cirurgia em SP: “Graças a Deus em casa”

0

Michel Praddo já fez 66 intervenções corporais e ficou internado em hospital de Santos para corrigir abdominoplastia após abertura de pontos

O morador de Praia Grande, no litoral paulista, conhecido como “Diabão”, ficou internado em um hospital de Santos após passar por procedimento para corrigir uma abdominoplastia. Michel Praddo, de 46 anos, recebeu alta no início da tarde deste sábado (10/7).

As informações foram divulgadas pela esposa de Michel, a “Mulher Demônia”, em entrevista ao G1. Carol Praddo, de 36 anos, informou que não houve intercorrência no procedimento. “Graças a Deus, está em casa. A cirurgia deu certo, e agora é só esperar e repousar”, descreveu. O pós-operatório será acompanhado por profissionais do hospital.

“Não tenho como descrever em palavras o medo que senti, só de pensar que poderia acontecer o pior. Ele é a peça fundamental dessa história que chamo de minha vida”, diz Carol.

O casal, que está junto há mais de 10 anos, passou a fazer modificações mais extremas há cerca de quatro. Eles ficaram famosos e ganharam visibilidade nas redes sociais.

Segundo Carol, a família têm recebido muito carinho de internautas diante do momento de dificuldade. “Ele está em êxtase com tanto carinho. Acredito que o mundo abraçou a nossa família. O mundo sentiu a dor que o Diabão sentiu. Recebemos ajuda de várias partes do mundo, e o melhor remédio veio através das orações”, finalizou Carol.

Modificações

Michel e Carol têm quase todo o corpo tatuado e são mais conhecidos pelas intervenções corporais. Diabão, por exemplo, colocou chifres na testa, cortou as orelhas e língua, usa dentadura de prata e retirou parte do nariz. Mais recentemente fez lipoaspiração e abdominoplastia, procedimento em que também optou por remover o umbigo.

Os pontos da abdominoplastia se romperam e por isso ele precisou fazer novo procedimento. Ele relatou que, devido ao rompimento dos pontos, estava com bastante dor, e com dificuldades para se locomover. Na quinta-feira (8/7), ele foi submetido a nova cirurgia, em que os médicos tiveram que fechar o corte, que tinha aproximadamente 40 centímetros.

Embora ainda tenha de lidar com o preconceito em algumas situações, Diabão relatou que se sente uma pessoa querida, principalmente com a movimentação das pessoas na web. Ele precisou de ajuda financeira para a cirurgia e conseguiu arrecadar o dinheiro em menos de 24 horas.

anuncio patrocinado
Anunciando...