C. A. Saltoris assina contrato com Grupo Editorial Coerência

0

“A História Esquecida da Hospedaria na Estrada”, que também foi publicado pela Chiado Editora em 2015, está em nova editoração pela Coerência

A autora C. A. Saltoris, pseudônimo de Ariane de Melo, irá publicar “A História Esquecida da Hospedaria na Estrada” pelo Grupo Editorial Coerência. O livro que foi lançado em 2015 pela Chiado Editora é um romance gótico sobrenatural e traz uma narrativa com o contexto de que o tempo não para e os sonhos importam.

“Eu nunca planejei me tornar escritora”, disse a autora de mais dois títulos publicados. “Estava depressiva em 2013 e decidi fazer o que mais gosto: escrever”. Além do lançamento, Ariane conta com “Banshee: Os Guardiões”, pela Editora Viseu e “As Cores do Além”, disponível na Amazon.

“A História Esquecida da Hospedaria na Estrada” traz a narrativa sobre a aventura de Matthew Roberts, que ao partir para visitar o irmão doente, se hospeda em um misterioso hotel. Lá, ele perde as memórias e o tempo passa mais rápido do que o protagonista percebe, desvendando os perigosos contos de fadas da morte sobre criaturas, Sonhos Mortos e um amor impossível.

O título tem previsão para ser lançado no final do ano e, no momento, passa por editoração.

Sobre a autora: C.A. Saltoris é uma premiada autora brasileira cosplayer de Fantasia, e o pseudônimo de Ariane de Melo: Uma mãe residente na Alemanha, jornalista, ex-atriz e diretora teatral, empresária em série e fundadora da Empresa de Gestão, Coaching & Entretenimento Ariadnefaden UG. Ariane deu uma palestra no TED sobre Sonhos Mortos, baseada no sistema que criou para oradores baseado em um de seus romances de Fantasia – e ela não gosta de ver seu nome de nascimento impresso em livros; isso é coisa de Saltoris.

Sinopse: Era uma vez, uma noite fria de outono, em um país do Hemisfério Norte do Terceiro planeta do Sistema Solar da Via Láctea, chamado Terra… Quando Matthew Roberts parte para visitar seu irmão em coma, ele é obrigado a por seu estranho cansaço a hospedar-se em um hotel na beira da estrada. Ao ser recebido por uma jovem mulher com uma vela na mão, ele sente um frio descer-lhe pela espinha, mas não tem forças para voltar: como se ela fosse o imã e ele o metal. Ao pisar na recepção, ele começa a perder a memória. O Tempo passa. Ininterruptamente. E é ele quem conta esta história. Este é um Conto de Fadas… da Morte, sobre: criaturas não-humanas, um deus na puberdade, um amor impossível, escolhas e Sonhos Mortos.

anuncio patrocinado
Anunciando...