Brasília: conheça a história da cidade

0

 

Você conhece a história de Brasília? Se pretende morar na cidade, especialmente em um dos empreendimentos do lançamento Quadra Parque 500, precisa entender um pouco mais sobre a origem da capital federal. Isso porque muitos dos seus benefícios de hoje estão intimamente ligados aos eventos que culminaram na sua criação, há muitos anos. Entender isso, certamente ajuda a compreender como as coisas funcionam por aqui.

Hoje em dia, além de ser a capital do país, Brasília é uma das mais interessantes cidades do Brasil. Top 10 em qualidade de vida, com alta renda e baixo índice de  desemprego, a capital federal tem um cenário de vida que poucas outras capitais têm, especialmente as de origem mais orgânica e com problemas específicos. É claro que Brasília não é uma cidade perfeita, mas têm muitos benefícios a oferecer.

Quer conhecer a história de Brasília? Então siga a leitura do artigo abaixo!

Conheça a história de Brasília

O Brasil sempre teve suas capitais localizadas em regiões litorâneas. A primeira capital brasileira foi Salvador, no litoral da Bahia, enquanto a segunda foi no Rio de Janeiro, litoral do estado homônimo. Em meados do Século XVIII, começou-se a cogitar a possibilidade do país ter uma capital no interior, mais para o centro do seu território tanto para maior proteção militar quanto para estimular o desenvolvimento do interior do país.

Os planos para o desenvolvimento de Brasília começaram em 1822, em um folheto anônimo que foi publicado e divulgado pelo país. Em 1891, na primeira Constituição da República, foi fixada legalmente a localização da capital do Brasil. No entanto, foi somente em 1956 que o projeto realmente teve início, com o governo de Juscelino Kubitschek.

A inauguração da cidade, ainda incompleta, aconteceu em 21 de abril de 1960, após um complexo cronograma de trabalho feito a partir do esforço conjunto do urbanista Lúcio Costa e do arquiteto Oscar Niemeyer, além do apoio do engenheiro Joaquim Cardozo.

A partir dos anos 60, os prédios e órgãos da administração federal foram movidos para a nova capital e, no início da década de 70, a cidade estava em perfeito funcionamento.

O Plano Piloto

Um dos pontos centrais do desenvolvimento de Brasília é o Plano Piloto. O projeto elaborado por Lúcio Costa (vencedor de um concurso nacional para definir o novo desenho da cidade) foi intitulado de Plano Piloto e determinava a área construída da cidade em decorrência do plano inicial. Hoje em dia, no entanto, o Plano Piloto é conhecido como a Região Administrativa 1. Ela é formada pelo “avião”, que figura o desenho urbano do projeto, embora inicialmente o desenho para a cidade tenha sido de uma cruz. O Eixo Rodoviário do projeto só ficou curvado (dando a aparência de um avião) por causa da dificuldade de adaptação do terreno. O idealizador do projeto, Lúcio Costa, sempre rejeitou a comparação, dizendo que o seu projeto parecia mais uma borboleta do que um avião.

Outra característica que reforça a ideia de avião na elaboração do projeto é o fato dos seus dois bairros residenciais se chamarem Asa Norte e Asa Sul. No entanto, as “asas” nada tem a ver com as de um avião, mas sim um termo de construção civil para “ala”. No caso, seria a Ala Norte e a Ala Sul. Parte da “confusão” se deu ao fato de que Lúcio Costa, nascido na França e com educação formal na Inglaterra e Suíça, tinha conhecimento profundo em projetos estrangeiros. Em inglês e em francês, “asa” e “ala” são descritos pelo mesmo termo (“wing” e “aile”, respectivamente). Portanto, teria sido natural para ele trabalhar com o conceito de “Asa” sem perceber que isso fortaleceria a interpretação de um avião no desenho da cidade.

É permitido construir em Brasília?

Desde 1992, a cidade de Brasília tem o seu Plano Diretor de Ordenamento Territorial, que absorve todas as legislações sobre o seu crescimento. Esse plano, junto com a Lei Orgânica do Distrito Federal, rege as normas de construção internas dentro da cidade de Brasília.

Em teoria, sim, pode-se construir de forma relativamente livre em Brasília, mas é preciso cumprir alguns requisitos e ter autorização do governo para tal. Na prática, muitos terrenos irregulares e loteamentos ilegais surgiram na cidade. O problema de comprá-los ou ter um imóvel dentro de um desses locais irregulares é o fato de perder o imóvel após atuação mais ferrenha do governo para fiscalizar e controlar o crescimento demográfico.

Pronto! Agora que você já conhece a história de Brasília, é hora de colocar esse conhecimento em prática e ver se, de fato, a cidade é realmente o que você procurava. Foi possível perceber o porquê de Brasília ser um local tão importante para a cultura nacional, além de ser um espaço que, sem a menor dúvida, ainda será palco de alguns dos maiores eventos do nosso futuro.

Gostou do conteúdo? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre Brasília!

anuncio patrocinado
Anunciando...