PM e indígenas entram em confronto durante ato em Brasília

0

A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para afastar os manifestantes. Pelo menos um indígena ficou ferido.

 

Policiais militares e indígenas entraram em confronto entre o Anexo 2 e Anexo 4 da Câmara dos Deputados, em Brasília, no início da tarde desta quarta-feira (22). A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para afastar os manifestantes.

Pelo menos um indígena ficou ferido. Segundo testemunhas, manifestantes teriam atirado flechas contra os policiais. Um agente de segurança teria ficado ferido sem gravidade. Os indígenas que estão mobilizados na capital federal no movimento #LevantePelaTerra.

Em manifesto, os povos indígenas reinvindicam, entre outras coisas, “retirada definitiva da pauta de votação da CCJC e arquivamento do PL (Projeto de Lei) 490/2007, que ameaça anular as demarcações de terras indígenas; arquivamento de projeto de lei que pode anistiar grileiros; do projeto de lei que pretende cortar o Parque Nacional do Iguaçu e outras Unidades de Conservação com estradas; e arquivamento do PDL 177/2021 que autoriza o Presidente da República a abandonar a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), único tratado internacional ratificado pelo Brasil que aborda de forma específica e abrangente os direitos de povos indígenas”.

Sobre o confronto, a Câmara dos Deputados emitiu a seguinte nota:

Por volta das 12h30 desta terça-feira, cerca de 500 indígenas, em sua maioria armados com flechas e tacapes, tentou invadir o Anexo II da Câmara dos Deputados. De início, eles derrubaram os gradis da entrada do edifício e os arremessaram contra os policiais legislativos. Logo depois, várias flechas foram disparadas contra os policiais, ainda na tentativa de invasão do anexo.

Os policiais legislativos repeliram os indígenas com bombas de efeito moral, gás de pimenta e gás lacrimogêneo. Não houve disparo de tiros ou qualquer tipo de agressão física contra os manifestantes. Um policial legislativo foi atingido na perna por uma flecha e um servidor da área administrativa da Polícia Legislativa foi flechado no tórax. Ambos foram transferidos para um hospital privado do Distrito Federal. Um policial militar foi flechado no pé, mas já foi atendido no Departamento Médico da Câmara e passa bem. O Anexo II da Câmara não foi ocupado. A situação está calma no momento e os indígenas não estão mais no local.

Atenciosamente,

Assessoria de Imprensa da Câmara dos Deputados

Indígena fica ferido em confronto com a PM na frente da Câmara dos Deputados, em Brasília

Indígena fica ferido em confronto com a PM na frente da Câmara dos Deputados, em Brasília

ARQUIVO PESSOAL

Indígenas socorrem pessoa ferida no confronto

Indígenas socorrem pessoa ferida no confronto

ARQUIVO PESSOAL

 

anuncio patrocinado
Anunciando...