Homem bate em esposa, rapta enteada e os dois morrem queimados em acidente

0

Mulher chamou a polícia, que chegou a perseguir o homem, mas acidente na BR 381, em Governador Valadares, acabou provocando a morte de ambos após carro pegar fogo

 

Na noite de quarta-feira (02/6), uma mulher de 37 anos pediu socorro à Polícia Militar (PM) depois de ter sido agredida por seu companheiro, em sua casa, no Bairro São Tarcísio, em Governador Valadares.

Ela contou aos policiais que o companheiro a segurou pelo pescoço e tentou enforcá-la, proferindo vários insultos. Depois, segundo relato da mulher agredida, o homem quebrou seu smartphone e saiu de casa.

Na fuga, ele usou um automóvel Gol, cor prata, com uma bicicleta acoplada na parte de trás. E levou com ela a filha da mulher, sua enteada, de 17 anos. Depois de ouvir a história contada pela mulher, os policiais iniciaram o rastreamento à procura do agressor.

Enquanto faziam o rastreamento, os militares foram informados sobre um acidente grave ocorrido na BR 381, no perímetro urbano de Governador Valadares, próximo ao Residencial Vitória. Seguiram para o local e de longe viram um clarão provocado por fogo na rodovia.

As chamas consumiam um automóvel Gol, que havia batido de frente com uma carreta vindo de Belo Horizonte (MG) para buscar uma carga de mamão em Pinheiros (ES). Perto dos dois veículos havia uma bicicleta. Pessoas que estavam no local chegaram a supor que um ciclista estivesse envolvido no acidente.

Logo, os policiais viram que o veículo, tomado, pelo fogo, poderia ser o mesmo que procuravam. Dentro dele havia duas pessoas sendo queimadas e uma bicicleta, próximo às chamas. A mulher agredida foi ao local do acidente e confirmou à polícia que os corpos que estavam no Gol prateado eram de seu companheiro, Josiano Oliveira, 40 anos, e de sua filha Yasmim Oliveira e Silva, 17 anos.

O motorista da carreta, Loreno José Dallagno, 62 anos, contou aos policiais que o carro invadiu a contramão numa reta e veio em alta velocidade na sua direção. E disse que não pôde fazer nada porque foi tudo muito rápido. Ele sofreu ferimentos leves e foi levado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal pelos militares do Corpo de Bombeiros. A polícia suspeita que o homem tenha jogado o carro contra a carreta e segue investigando o caso.

anuncio patrocinado