PROGRAMA CCBB EDUCATIVO – ARTE E EDUCAÇÃO

0

 

Todos os segmentos do Programa CCBB Educativo- Arte e Educação serão contemplados em junho. E mais: para quem está com saudade da convivência presencial, a novidade é que, desde maio, com rigorosa atenção às medidas de contenção do coronavírus e número de participantes reduzido, algumas atividades voltaram a ser realizadas nas instalações do CCBB Brasília. São elas Lugar de CriaçãoVisitas Mediadas e Visitas Mediadas em Libras.

Digitalmente, abrindo a programação, destaque para a Data Comemorativa pelo Dia Mundial do Meio Ambiente. O mês segue movimentado, com atividades on-line para públicos diversos: Processos Compartilhados “Oficina de produção de podcasts”, com Tiago Rogero; Lugar de Criação Digital “Escute essa fotografia”; Laboratório de Crítica “Somos muit+s e outros experimentos”, com Jochen Volz; Múltiplo Ancestral “Cultura Xavante, com Divino Tserewahú e Com a Palavra “Modernismo(s) na coleção do Museu BB: futuros do passado”, com Yana Tamayo. O Transversalidade também marca presença com dois cursos: “Patrimônio Cultural: a materialidade e a imaterialidade da cultura em tempos pandêmicos”, com Raul Lanari e “A resiliência das estrelas: o céu como patrimônio histórico, cultural e natural da humanidade”, com Alan Alves-Brito. Ainda na versão digital, ao longo de todo o mês, a opção das Visitas para Escolas e Instituições (mediante agendamento).

O Programa CCBB Educativo – Arte & Educação desenvolve ações que estimulam a experiência, a criação, a investigação e a reflexão através de processos pedagógicos, artísticos e curatoriais. Todo mês oferece visitas educativas, cursos, oficinas, encontros e práticas culturais. As atividades dialogam com a programação do CCBB e destinam-se a todos os públicos, com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados.

Sucessos do programa CCBB Educativo acessível pelo site

Com um incremento de conteúdos ainda maior em tempos de pandemia, o site do CCBB Educativo oferece uma rica programação a públicos diversos que buscam se informar, aprender e se divertir sem abrir mão da segurança da própria casa. A todo momento, o público pode visitar o site www.ccbbeducativo.com  para acessar um vasto acervo de atividades digitais já realizadas nos CCBB’s de todo o país. Destaque para Com a Palavra, em que especialistas conduzem visitas por exposições de sucesso que passaram pelo CCBB, a exemplo de Linhas da Vida, de Chiharu Shiota, edições dos cursos Transversalidades, ambas as atividades com tradução em libras e Pílulas Mediadas às exposições “Egito Antigo- do Cotidiano à Antiguidade”, “Ivan Serpa” e “Alphonse Mucha”. No site estão disponíveis mais de 100 atividades para crianças e famílias e cerca de 200 conteúdos voltados à comunidade escolar, artistas e público em geral. O acervo aborda assuntos transversais entre arte, cultura, educação e contemporaneidade.

 

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL

 

VISITAS MEDIADAS

O que é: Visitas à exposição Egito Antigo- do cotidiano à antiguidade. Nessas visitas, educadores e público dialogar, trocam ideias, compartilham impressões sobre as obras, produzindo novos significados a partir das narrativas presentes nas exposições em cartaz.

Serviço:
Terças, quartas e sextas, às 10h, às 12h e às 18h

Quintas, às 10h e às 12h

Duração: 1h

Classificação indicativa: a partir de 5 anos

Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/visitas.

_

VISITAS MEDIADAS EM LIBRAS

O que é: Nas visitas mediadas em Libras, ocorrendo simultaneamente em português, com tradução em língua brasileira de sinais (Libras), os educadores se juntam ao público para dialogar, trocar ideias, compartilhar impressões sobre as obras, produzindo novos significados a partir das narrativas presentes nas exposições em cartaz.

Serviço:

Quintas e sábados, às 18h.

Duração: 1 hora.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos.

 Capacidade: 6 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.

www.ccbbeducativo.com/visitas.

https://www.sympla.com.br/produtor/ccbbeducativo

_

LUGAR DE CRIAÇÃO

O que é: Vivências para todos os públicos com atividades artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade.

Serviço:

Sábados às 15h

Duração: 1h

Classificação indicativa: a partir de 3 anos

Capacidade: 24 pessoas, mediante agendamento prévio através da plataforma EVENTIM.  Para esta atividade é emitido apenas um ingresso por CPF; o representante poderá estar acompanhado por até cinco (05) pessoas de sua família, com o mesmo ingresso. 

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/atividades-infantis

05/06- OFICINA DE SABERES

Encontros de produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, promovendo um diálogo das culturas locais com as exposições em cartaz.

 

12/06 – JOGO SDE ARTES

Encontros voltados à criação em artes, explorando brincadeiras e jogos de criação que envolvem estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita.

19/06- OFICINA DE ARTES

Exercícios de experimentação de materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens.

26/06- OFICINA DE HISTÓRIAS

Encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

 

PROGRAMAÇÃO DIGITAL

 

VISITAS PARA ESCOLAS E INSTITUIÇÕES

O que é: Atividades de mediação cultural para escolas e outras instituições em grupos de 10 a 45 pessoas, nos turnos da manhã, tarde e noite.

As visitas mediadas realizadas pelos educadores são sempre pautadas pela conversa em torno de temas relevantes do presente, como as produções artísticas que nos ajudam a compreendê-lo e o patrimônio cultural como forma de construção de nossa identidade, levando em consideração a pluralidade de nossos públicos.

Na modalidade virtual, as visitas acontecem mantendo essa vocação. Acreditamos que é possível manter a intensidade e a potência das conversas, mesmo à distância. A partir de ativações, questões e de uma escuta sempre atenta às experiências do público, os educadores prepararam visitas com temas distintos.

As atividades envolvem o contato com conteúdos das exposições em conversas e exercícios de reflexão e invenção, preparados e acessíveis para pessoas de todas as idades.

Serviço:

Durante todo o mês de junho

Duração: de 50min a 1h30min 

Capacidade: grupos de até 45 pessoas, com mínimo de 10 participantes.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos. 

Inscrições: www.ccbbeducativo.com/visitas

_

05/06 – DATA COMEMORATIVA – DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

O que é: A atividade faz parte do projeto de Educação Patrimonial do Programa CCBB Educativo Arte & Educação, que mensalmente celebra algumas das datas comemorativas que marcam o calendário brasileiro anualmente como uma oportunidade de revisar narrativas e fortalecer nossos vínculos com a cultura brasileira.

Sinopse: Que tesouros ambientais caracterizam sua cidade? Como você se relaciona com estes tesouros e paisagens? Para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente, o Programa CCBB Educativo realiza uma atividade especial em diálogo com as paisagens culturais de cidades brasileiras. Será uma oficina de criação de cartões postais com imagens dos elementos do patrimônio ambiental de sua cidade, explorando os aspectos culturais, econômicos, ecológicos, espirituais, paisagísticos, históricos e sociais das paisagens registradas e inventadas pelos participantes.

Serviço:

Sábado, às 10h

Duração: 1h30min 

Encontro em formato webinar

Vagas: 100 participantes

Classificação indicativa: a partir de 5 anos

Acesso: Evento gratuito

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

_

10/06 – PROCESSOS COMPARTILHADOS – Oficina de produção de podcasts, com Tiago Rogero

O que é: Voltado para formação de artistas, educadores, críticos, produtores, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural, o curso aborda aspectos dos trabalhos de diferentes áreas da indústria cultural.

Sinopse: O que é necessário para produzir um podcast de qualidade? Quais as ferramentas, equipamentos e estratégias vitais para desenvolver um novo programa, da concepção à publicação? Nesta oficina, o jornalista Tiago Rogero abordará desde práticas de gravação até dicas para construção de roteiro, passando por noções de edição, divulgação e formas de financiamento.

Sobre o convidado: Tiago Rogero é jornalista e apresentador do Vidas Negras, podcast original Spotify produzido pela Rádio Novelo. Foi repórter de O Globo, O Estado de S. Paulo e BandNews FM. Vencedor do 42º Prêmio Vladimir Herzog (2020) com o Negra Voz, podcast lançado em 2019 por O Globo. Também em 2019, foi fellow do International Center For Journalists (ICFJ), nos EUA, com foco na produção de podcasts.

Serviço:

Quinta-feira, às 14h

Duração: 3 horas

Encontro em formato Webinar

Vagas: 200

Classificação indicativa: a partir de 16 anos

Acesso: Evento gratuito

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

_

16/06 – TRANSVERSALIDADES – Patrimônio Cultural: a materialidade e a imaterialidade da cultura em tempos pandêmicos, com Raul Lanari

 O que é: Curso para professores e educadores, com módulos independentes, que aborda temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições às urgências e reflexões cotidianas. Ministrado por profissionais convidados de áreas diversas, conta com intérprete de Libras e tem entre seus temas as práticas artísticas, pedagógicas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios.

Sinopse: Nesse encontro, Raul Lanari buscará apresentar o conceito de patrimônio cultural em suas diferentes abordagens existentes ao longo do tempo, associando as práticas patrimoniais aos dilemas dos períodos em que foram disseminadas. Serão apresentados conceitos fundamentais para as políticas de preservação do patrimônio cultural, como os de Monumento históricoPatrimônio urbanoConjuntos Arquitetônicos e Paisagísticos, os bens imateriais e suas modalidades, bem como as reflexões sobre as paisagens culturais. A partir da exposição e análise desses conceitos, será buscada uma compreensão sobre a complexidade dos fenômenos de memória da sociedade contemporânea e, também, elementos para a compreensão do lugar e dos dilemas do patrimônio cultural no contexto atual do isolamento social acarretado pela pandemia do COVID-19.

Sobre o convidado: Raul Amaro de Oliveira Lanari é bacharel, mestre e doutor em história pela UFMG. Pós-doutorando em história pela UNIRIO. Professor substituto do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da PUC Minas e Coordenador da especialização em Conservação e Gestão do Patrimônio Cultural na mesma instituição. Diretor da Peixe Vivo Histórias – Memória e Patrimônio. Autor do livro O Patrimônio por Escrito: a política editorial do SPHAN durante o Estado Novo (Ed. Letramento, 2018) e co-organizador das coletâneas Cultura Intelectual em Perspectiva: linguagens, instituições e trajetórias (Ed. Letramento, 2020) e Patrimônio Imaterial e Políticas Públicas no Brasil: trajetórias e desafios (Ed. Letramento, 2021)

Serviço:
Quarta, às 15h

Duração: 2h

Encontro em formato webinar

Acessível em Libras

Vagas: 500

Classificação indicativa: a partir de 16 anos

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

_

18/06 – LUGAR DE CRIAÇÃO DIGITAL – Escute essa fotografia

O que é: Vivências digitais para todos os públicos com atividades artísticas de criação e mediação cultural que estimulam o convívio e o diálogo com as artes e com temas da atualidade.

Sinopse: Você já pensou em criar trilhas sonoras para fotografias antigas? Ao longo da nossa vida, desde a infância até a velhice, somos cercados por sons e músicas. É comum, por exemplo, relacionarmos uma música a alguma ocasião especial, como uma viagem, uma visita a casa dos avós, um aniversário ou uma conquista.  A proposta de hoje é ativar essas lembranças e fazer uma playlist de algumas memórias felizes! Vamos lá?

Serviço:

Sexta, às 10h

Classificação indicativa: a partir de 3 anos

Local: redes do CCBB e site do Programa CCBB Educativo – Arte & Educação

_

24/06 – LABORATÓRIO DE CRÍTICA – “Somos muit+s e outros experimentos”, com Jochen Volz

O que é: Laboratório de crítica e reflexão sobre arte, incluindo a esfera do jornalismo cultural, memória e patrimônio, em diálogo com a programação do CCBB. Busca especialmente um diálogo com estudantes de artes, jornalismo, museologia, curadoria e história. 

Sinopse: A partir de três casos específicos e experiências profissionais, em Inhotim, na 32ª Bienal de São Paulo e a frente da Pinacoteca de São Paulo, analisamos diferentes estratégias curatoriais para pensar uma programação e sua relação com o patrimônio de forma aberta, dinâmica e crítica.

Sobre o convidado: Jochen Volz é diretor geral da Pinacoteca de São Paulo. Foi curador da 32a Bienal de São Paulo em 2016, Coordenador de Programação da Serpentine Galleries em Londres (2012 a 2015), Diretor Artístico do Instituto Inhotim (2005 a 2012), co-curador da 53ª Bienal de Veneza (2009), entre outros. Vive em São Paulo.

Serviço:

Quinta, às 14h

Duração: 3 horas

Encontro em formato webinar. 

Vagas: 200

Classificação indicativa Livre – a partir de 16 anos

Acesso: Evento gratuito.

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

_

25/06 – MÚLTIPLO ANCESTRAL-  Cultura Xavante, com Divino Tserewahú

O que é: Múltiplo Ancestral são trocas ligadas a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o patrimônio material e imaterial, fortalecendo a relação do sujeito com a diversidade. Mensalmente, um novo episódio disponível em vídeo sobre saberes ancestrais, contação de histórias, brincadeiras, cantigas e outras manifestações da cultura brasileira.

Sinopse: O cineasta indígena Divino Tserewahú nos apresenta nesse Múltiplo Ancestral um pouco da cultura do povo Xavante, através de registros de imagens, sons e memórias de sua vida na aldeia.

Sobre o convidado: Divino Tserewahú começou a aprender sobre cinema em 1990, quando a comunidade Xavante de Sangradouro recebeu sua primeira câmera de filmagem (VHS), doada pelo Centro de Trabalho Indigenista (CTI) de São Paulo. Sua primeira atuação profissional na área foi como parte da equipe do Programa de Índio, série de TV realizada na Universidade Federal do Mato Grosso entre 1995 e 1996. Em 1997, Divino participou do primeiro encontro e oficina de formação de cineastas indígenas do Brasil, organizado pelo Vídeo nas Aldeias e realizado no Parque Indígena do Xingu. Já entre 2001 e 2002, por intermédio do Vídeo nas Aldeias, ele conseguiu uma vaga para estudar na Escola Internacional de Cinema de San António de Los Baños, em Cuba, onde se capacitou nas técnicas de edição, roteiro de documentário e ficção, animação, entre outras. O primeiro filme de Divino é “Wapté Mnhõnõ: a iniciação do jovem xavante” (1999) e registra o Wapté, ritual de iniciação dos jovens xavante que marca a passagem da adolescência para a vida adulta. A seguir, ele realizou “Wai’a Rini: o poder do sonho” (2001), que também registra um ritual de iniciação, o Wai’a Rini. Divino também fez registros entre outros povos, como é o caso dos Makuxi de Raposa Serra do Sol (RO), tendo como resultado a reportagem “Vamos à luta!” (2002) sobre o processo de demarcação desta Terra Indígena. Entre os Xavante da aldeia São Marcos ele realizou “Daritizé: Aprendiz de curador” (2003), que também registra o Wai’a Rini, agora nesta comunidade. Já “Pi’õnhitsi: Mulheres Xavante sem nome” (2009) conta a triste história de sucessivas tentativas de realizar sem sucesso o ritual de nominação das mulheres xavante. Finalmente, o filme histórico “Tsõ’rehipãri: Sangradouro” (2009) trata do contato entre os Xavante e a Missão Salesiana e mostra as preocupações dos velhos Xavante com relação aos jovens que, segundo eles, não se interessam mais pelas danças e cantos tradicionais. a teses e dissertações realizadas em diferentes instituições brasileiras.

Serviço:

Sexta, às 10h

Classificação indicativa Livre – a partir de 3 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

_

28/06- COM A PALAVRA: “Modernismo(s) na coleção do Museu BB: futuros do passado”, com Yana Tamayo

O que é: Visitas mediadas realizadas por especialistas ou profissionais referência em temas diversos. Aborda as exposições a partir de outros campos de conhecimento, assim como múltiplos olhares, modos de conhecer e de se relacionar com a arte.

Sinopse: Ao realizar uma visita à exposição permanente do Museu Banco do Brasil no CCBB Brasília, Yana Tamayo convida o público a olhar para o acervo como uma forma de realizar uma trajetória sobre as narrativas que auxiliaram a criação de uma certa ideia de Brasil moderno. A partir desse caminho por artistas e obras icônicas do Modernismo brasileiro, propõe-se uma reflexão sobre a nação e a ideia de projeto representados no passado, como podem ter atravessado nossas ideias do presente e nossa imaginação sobre o futuro.

Sobre a convidada Yana Tamayo é artista visual, curadora, pesquisadora e educadora. É sócia-fundadora da Nave, espaço autônomo de arte onde desenvolveu projetos de pesquisa e formação em arte, curadoria e execução de exposições de 2015 a 2019. Desde 2000 trabalha em diferentes frentes no campo da arte e sua prática como artista se associa às práticas educativas e curatoriais ao pensar sobre as diferentes instâncias de diálogo com os públicos e a esfera pública. Coordenou, sob gestão do Ja.Ca – Centro de Arte e Tecnologia, o Programa CCBB Educativo – Arte e Educação no CCBB Brasília de 2018 a 2020. Em 2018 e 2019 coordenou as ações educativas do projeto BsB Plano das Artes sob curadoria e direção de Cinara Barbosa. Entre suas curadorias recentes está exposição coletiva Rumor, realizada em 2020 na Caixa Cultural Brasília. Integrou o júri de seleção e fez parte da equipe curatorial de SACO 09 Festival de Arte Contemporáneo, realizado em dezembro de 2020 em Antofagasta, no Chile. Vive e trabalha em Brasília.

Serviço:

Segunda, às 10h

Classificação indicativa Livre – recomendado para pessoas acima de 10 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Acesso: Evento gratuito

_

30/06 TRANSVERSALIDADES – A resiliência das estrelas: o céu como patrimônio histórico, cultural e natural da humanidade, Com Alan Alves-Brito

Sinopse: Nesse encontro, Alan Alves-Brito aborda o céu diurno e o céu noturno numa perspectiva museológica, de valor cultural, histórico e natural, em que variadas narrativas de povos distintos que passaram pela Terra serão revisitadas, traduzindo a resiliência de estrelas, planetas e da própria Via-Láctea.

Sobre o convidado: Alan Alves-Brito é homem negro, nordestino, astrofísico, mestre e doutor em ciências, com pós-doutorados no Chile e na Austrália. Professor adjunto no Instituto de Física da UFRGS, desenvolve atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão. Integra os Programas de Pós-graduação em Física, Ensino de Física e coordena o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Africanos da UFRGS. Autor de 2 livros de educação/divulgação, um deles finalista do Prêmio Jabuti 2020 na categoria Ensaio de Ciências, tem experiência em temas variados de astrofísica, educação e divulgação da Astronomia e da Física. É idealizador e coordenador dos projetos Zumbi Dandara dos Palmares e Akotirene Kilombo Ciência, ambos voltados para a promoção da equidade racial na educação básica.

Serviço:

Quarta, às 15h

Duração: 2h

Encontro em formato Webinar

Acessível em libras

Vagas: 500

Classificação indicativa: a partir de 16 anos

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

Local: redes do CCBB e site do Programa CCBB Educativo – Arte & Educação

Assessoria de imprensa CCBB Educativo – Conteúdo Comunicação

Adriana Morais- (61) 98156-9563

Charlotte Vilela- (61) 98151-2400

conteudocomunicacao@gmail.com

 

Assessoria de imprensa CCBB: Pedro Emídio – pedro.emidio@bb.com.br 

(61) 98478-8416

CCBB Brasília

Aberto de terça a domingo das 9h às 21h

SCES Trecho 2 – Brasília/DF | Tel.: (61) 3108-7600

E-mail: ccbbdf@bb.com.br   Site: bb.com.br/cultura

Redes sociais: facebook.com/ccbb.brasilia, twitter.com/CCBB_DF e instagram.com/ccbbbrasil

anuncio patrocinado