Homem que perseguia a ex-namorada é preso em flagrante

0

O acusado foi preso em uma academia de ginástica, onde, mesmo ciente das medidas protetivas, insistia em frequentar, no mesmo horário em que a ex-namorada, de 20 anos de idade

 

 

Na terça-feira (1º), a Polícia Civil do Amapá prendeu um homem, de 20 anos, em flagrante por descumprimento de medida protetiva de urgência.

O acusado foi preso em uma academia de ginástica, onde, mesmo ciente das medidas protetivas, insistia em frequentar, no mesmo horário em que a ex-namorada, de 20 anos de idade.

De acordo com a Delegada Ellen Gomes, a vítima compareceu no dia 7 de abril à Delegacia da Mulher e requereu medidas protetivas de urgência, alegando que o ex-namorado estava inconformado com o término do relacionamento há cerca de três meses e, por isso, perseguia a vítima, praticando em tese o crime de stalker, previsto no Art. 147-A do Código Penal. Na ocasião, a vítima não quis representar contra o acusado, tendo apenas requerido as referidas medidas, as quais foram enviadas ao Poder Judiciário e deferidas.

“O acusado tomou ciência das medidas protetivas e continuou perseguindo a vítima, inclusive na academia. Ele se matriculou no mesmo horário que a ex-namorada. Os funcionários da academia o advertiram e o colocou em outro horário. Mesmo assim, ele voltou a descumprir. No último dia 28, a vítima registrou um novo boletim de ocorrência pelo crime de perseguição. Informei ao Poder Judiciário o descumprimento das medidas protetivas”, destacou a Delegada.

Após denúncias de que o acusado estava novamente na academia e no mesmo horário da vítima, o Delegado Rômulo Viégas e sua equipe foram ao local e o prenderam em flagrante por descumprimento de medida protetiva de urgência.
A Delegada Ellen instaurou inquérito policial para apurar o crime de stalker (perseguição).

O homem preso será apresentado em audiência de custódia.

Com informações da Polícia Civil do Amapá

anuncio patrocinado