Baixa umidade requer atenção na hidratação da pele

0

As altas temperaturas no DF ultrapassaram 30ºC e a umidade baixa preocupa a população

 

Consumir cada vez mais líquidos (água e sucos naturais), também ajuda a evitar a desidratação. Além disso, deve-se evitar expor o corpo nos horários de maior incidência solar. As altas temperaturas registradas nos últimos dias no Distrito Federal, que ultrapassaram 30ºC, e a umidade no nível de alerta, abaixo de 25%, requerem cada vez mais a atenção das pessoas com relação à hidratação do corpo como um todo.

A especialista em dermatologia, Dra. Wanessa Simão, explica que a hidratação deve ser feita com cremes específicos, principalmente logo após o banho, pois a absorção do hidratante é maior com a pele úmida. “Além de usar o hidratante após o banho, ele pode ser reaplicado no decorrer do dia por quem tem a pele muito seca. É importante também ingerir bastante água durante o dia, pois a hidratação do organismo como um todo depende da água ingerida”, diz.

Quando o ressecamento da pele está num estágio mais avançado, é possível o desenvolvimento de alguns transtornos, como o eczema asteatósico, onde a pele apresenta um tom avermelhado, com coceira, descamação e fissuras. A pele ressecada fica, também, mais propensa a desenvolver quadros infecciosos, como a erisipela nas pernas e a dermatite atópica. Nesta última, as áreas irritadas aparecem principalmente nas áreas de dobras e nas bochechas.

As pessoas com pele oleosa também devem fazer a hidratação da pele, mas com algumas diferenças. A aplicação de hidratantes na face deve ser feita com cremes específicos para a pele oleosa, não usando o mesmo tipo de creme para áreas corporais principalmente nas épocas de seca.  “Na região facial, nas pessoas com pele oleosa, o hidratante deve ser aplicado com cautela. Deve-se atentar para produtos com tecnologia de controle de oleosidade. Existem produtos hidratantes diferenciados que conseguem fazer uma leve hidratação, mas sem piorar a oleosidade existente, ou causar acne”, orienta a dermatologista.

A dermatologista explica que, para manter a pele sempre hidratada, não basta apenas passar os hidratantes. É necessário também evitar os banhos excessivamente quentes, as buchas e o uso de sabonetes abrasivos, pois retiram a camada de gordura protetora da pele. “Importante também usar os sabonetes e xampus só nas áreas mais necessárias, como axilas, couro cabeludo, pés e região genital”, completa.

Serviço:

Derma Prime – Dermatologia e Otorrinolaringologia

www.clinicadermaprime.com.br/

anuncio patrocinado