Neymar teve contrato rompido com Nike por suposto abuso sexual

0

Jogador da seleção brasileira e do PSG teria forçado funcionária da marca a ter relação em quarto de hotel nos EUA, diz jornal

 

Em agosto do ano passado, muita gente se surpreendeu com o fim de um relacionamento de longa data. A empresa de material esportivo Nike e o jogador Neymar romperam depois de 15 anos. Na noite desta quinta-feira (27), o norte-americano The Wall Street Journal revelou que um suposto caso de assédio sexual do atleta contra uma funcionária foi o verdadeiro motivo para a quebra do vínculo

Segundo o jornal, uma funcionária da Nike disse a amigos e colegas que Neymar a forçou a ter relação sexual, em um quarto de hotel em Nova York, nos Estados Unidos. Ela, que não teve a identidade revelada, ajudava a coordenar um evento da marca de material esportivo

O staff de Neymar negou a acusação e disse que o contrato foi encerrado por questões puramente comerciais

“Neymar Jr se defenderá vigorosamente contra esses ataques infundados caso algum processo seja tomado, o que não aconteceu até agora”, diz o texto publicado pelo jornal

Neymar foi um dos principais astros da marca durante longas temporadas

O atcante jogou as Copas de 2014 e de 2018 com chuteiras da marca de material esportivo

Neymar assinou o primeiro contrato de chuteiras com a patrocinadora aos 13 anos

Depois de ter o contrato rompido com a Nike, o jogador fechou com a Puma

Neymar se apresentou nesta quinta-feira à seleção brasileira, na Granja Comary, em Teresópolis, e ainda não se pronunciou sobre o assunto

Essa não é a primeira vez que Neymar tem seu nome envolvido em um suposto caso de estupro

Em junho de 2019, a modelo Najila Trindade o acusou de estupro. Neymar se livrou da acusação só um ano e quatro meses depois.

anuncio patrocinado