Governador do DF inaugura Hospital de Campanha de Ceilândia: “Momento de dificuldade”

0

Hospital tem 100 leitos de UCI e começa a receber pacientes nesta terça (25/5). Governador afirmou que autoridades estão preocupadas com variante indiana

 

O Hospital de Campanha de Ceilândia foi inaugurado nesta terça-feira (25/5) na presença de autoridades, de lideranças comunitárias e da população ceilandense. O governador de Brasília, Ibaneis Rocha (MDB), esteve presente na cerimônia de abertura e definiu a pandemia na capital federal como um “momento de muita dificuldade”. “As pessoas estão convivendo nas ruas como se a pandemia tivesse passado, e isso não é verdade. Temos a chegada de uma nova cepa, a indiana — o que nos preocupa muito. Pedimos à população que redobre os cuidados”, ressaltou.

Ibaneis afirmou que o Distrito Federal só vai conseguir a imunidade de rebanho em meados de outubro. “Ainda vamos sofrer muito. Vamos demorar até outubro para ter 70%, 80% da população vacinada”, disse. “Teremos muito sofrimento. Serão muitas vidas perdidas, infelizmente. E só compete a nós, autoridades, neste momento, clamar às pessoas que evitem aglomerações, que se cuidem”, concluiu.

A unidade conta com 100 leitos de unidade de cuidados intermediários (UCI), com suporte respiratório e de hemodiálise como retaguarda para casos considerados graves da doença. O hospital começa a receber pacientes nesta terça (25/5). “No Hospital de Ceilândia (HRC), são 162 pessoas internadas com covid. Se transferir todos os pacientes para cá, ainda teremos lá os leitos ocupados. O momento é de muita dificuldade”, destacou Ibaneis.

Essa é a terceira unidade temporária para tratamento contra covid-19 entregue neste mês. O investimento para a montagem do espaço foi de R$ 6,5 milhões. Segundo a previsão do GDF, o Hospital Acoplado de Samambaia deve ser entregue na próxima sexta-feira (28/5).

anuncio patrocinado