Mais de 4 mil chances de ingressar no ensino técnico

0

Edital de seleção para 14 escolas profissionalizantes sai nos próximos dias. Confira os cursos disponíveis e saiba como concorrer

A educação profissional é ofertada gratuitamente, de forma presencial ou on-line, em 14 escolas espalhadas por várias regiões administrativas do Distrito Federal. É possível se capacitar enquanto está cursando o ensino médio ou quando já concluiu. Para o segundo semestre deste ano, a Secretaria de Educação vai oferecer 4.257 vagas para as mais diversas áreas.

Em todas as unidades de ensino técnico, os cursos oferecidos foram escolhidos por meio de consulta pública, ou seja, pela própria população. Entre os principais, com previsão de oferta para o segundo semestre, estão informática (615), administração (315), eletrotécnica (240), eletrônica (210), operador de computador (175), balconista de farmácia (150), telecomunicações (140), logística (140), assistente administrativo (120).

O GDF investe na formação técnica, voltada especialmente para o público jovem. Neste ano, foi inaugurada uma escola técnica em Brazlândia e outras duas unidades estão sendo construídas: uma em Santa Maria e outra no Paranoá. Juntas, elas terão capacidade de atender 3,1 mil alunos.

Os interessados em estudar em uma das unidades precisam ficar atentos ao site da Secretaria de Educação ou ao edital, que deve ser publicado em breve no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). A seleção é feita por sorteio eletrônico.

Os cursos ofertados seguem as orientações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e atendem ao Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), do Ministério da Educação (MEC). As cargas horárias mínimas são de 800, mil ou 1,2 mil horas. Isso significa que os cursos possuem validade nacional, pois estão registrados junto ao governo federal.

Escolha bem

A diretora do Centro de Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissionais a Distância de Brasília (Cejaep) – que também oferta curso técnico – , Indira Rehem, explica que o primeiro passo é definir qual área você tem mais interesse em atuar. “Se puder unir aquilo que você tem motivação ao mercado de trabalho é ótimo”, aconselha.

“Na Cejaep, oferecemos cursos de secretaria escolar. É uma profissão que vai atender ao público, ou seja, é preciso ser paciente e ter controle da situação. Caso aconteça algo fora da normalidade, a pessoa precisa ter calma e contornar”, comenta Indira Rehem. “Sempre pergunto aos alunos: vocês têm esse perfil?”, alerta a diretora.

Pesquisas da Secretaria de Trabalho apontam falta de qualificação para vagas de emprego

O secretário de Educação, Leandro Cruz, destaca a importância da formação continuada para o ingresso no mercado de trabalho. “O ensino técnico profissionalizante é uma das alternativas para os jovens construírem um futuro melhor, a se engajarem na sociedade de forma produtiva, participativa. Então, damos atenção especial às nossas unidades e aos cursos oferecidos no Novo Ensino Médio com uma capacitação de qualidade”, ressalta.

De acordo com o secretário de Trabalho, Thales Mendes, pesquisas realizadas pela pasta apontam para a falta de qualificação e capacitação para as vagas de trabalho disponíveis. “Por isso, a formação técnica é muito importante, tanto para quem quer uma oportunidade de emprego como para quem quer empreender, principalmente porque lá há a teoria aliada a prática”, reforça.

Vagas de emprego

De segunda a sexta-feira, a Agência Brasília divulga vagas de emprego no site. Por dia, são cerca de 250 oportunidades de trabalho. As áreas de construção civil e vendas lideram o ranking, com uma média de 80 vagas cada.

anuncio patrocinado