Preso motorista que atropelou e arrastou jovem por 4km no Lago Sul

0

A jovem que foi atropelada em agosto de 2020 precisou amputar a mão esquerda. O motorista já tinha diversas infrações de trânsito antes do acidente

 

 

Agentes de Polícia da 10º Delegacia de Polícia (DP), no Lago Sul, prenderam Caio Ericson Ferraz Pontes de Mello, 32 anos, suspeito de atropelar e arrastar uma jovem de 18 anos em agosto de 2020. Antes do acidente, Caio já tinha sido autuado por infrações de trânsito.

Segundo registro da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o suspeito esteve envolvido em outros três acidentes. Caio também era funcionário comissionado do Senado Federal e, de acordo com o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), desde 2008, quando tinha 20 anos, cometeu 17 infrações, sendo que a infração mais comum é andar em velocidade acima do permitido.

O caso de atropelamento aconteceu em 16 de agosto de 2020, por volta das 2h20 de um domingo. Paula Thais Gomes de Oliveira, 18 anos, estava como passageira em uma moto conduzida pelo namorado, Douglas dos Santos, 20 anos. Ao chegar em um pardal, na QI 19 do Lago Sul, Douglas teria reduzido a velocidade da moto, mas Caio, que dirigia um carro atrás do casal, não parou o veículo e os atingiu.

O motorista não prestou socorro e, ao fugir pela via, arrastou Paula Thais, que estava presa na parte frontal do automóvel, até a QI 23, o equivalente a 4km. A jovem foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) e encaminhada para o Hospital de Base.

Na unidade hospitalar, Paula Thais passou por duas cirurgias: uma para reconstrução da mama, pois perdeu um dos seios ao ser arrastada no asfalto, e um religamento da mão. O último procedimento não foi suficiente e os médicos decidiram amputar a mão esquerda da vítima.

anuncio patrocinado