Morte de ex-integrante do Menudo revela triste segredo!

0

Ray Reyes, ex-integrante do grupo Menudo, sofria de depressão e escondia outra doença grave de amigos e familiares

 

O garoto dos sonhos de milhões de adolescentes nos anos 1980, ídolo de toda uma geração, Ray Reyes, ex-integrante do grupo Menudo, morreu aos 51 anos lutando contra a obesidade, a depressão e contra uma doença que escondeu por anos da família.

Ray, que foi encontrado morto na cozinha da casa dele em Porto Rico, na noite de sexta-feira (30), sofria de cardiomegalia, mesma problema de Diego Maradona, craque argentino que morreu em novembro.

A Cardiomegalia, popularmente conhecida como coração grande, é uma espécie de inchaço no coração que aponta a existência de alguma outra grave doença no órgão.

A partir do diagnóstico, cerca de 50% dos pacientes morrem em até cinco anos. Segundo os irmãos do ex-Menudo, ele escondeu de todos que estava enfrentando esse problema. Teria pedido aos médicos que não falassem nada. Apesar da família não falar sobre a causa da morte, autoridades locais afirmam que o ex-Menudo morreu de infarto.

Ray sofria há anos de depressão e lutava contra a balança. Chegou a dar entrevistas revoltado com as piadas que surgiam na imprensa com relação ao peso dele. Fez várias dietas, se internou em um spa, mas sempre acabava engordando novamente. Chegou a pensar em fazer cirurgia bariátrica, mas a saúde frágil o atrapalhava.

O cantor passava longos períodos isolado e acaba descontando o sofrimento na comida, dizem os familiares. Com a pandemia, sem possibilidade de fazer shows, ficou ainda mais estressado e passou a comer mais.

A família só descobriu após a morte do cantor que ele vinha há anos enfrentando problemas cardíacos. Ray deixou dois filhos, Marcos, 24, Cecília, 16, que vivem em Miami. Ele vivia em Porto Rico para ajudar a cuidar da mãe, que tem câncer.

anuncio patrocinado