Tenente é afastado após denúncia de ameaça de morte e estupro a PM em SP

0

Caso segue sendo investigado e suspeito poderá ser expulso da corporação e preso

 

O tenente-coronel Cássio Novaes é acusado de assédio sexual e de ameaças de morte contra uma soldado, de 28 anos, que atua no litoral do estado de São Paulo. Com as denúncias, o oficial foi afastado do comando do batalhão onde trabalhava e a investigação é conduzida pela Corregedoria da Polícia Militar.

De acordo com a soldado, ela recebia uma série de sugestões e insistências impertinentes, principalmente, por mensagens de texto e áudios. Isso teria ocorrido desde 2018, quando o homem a conheceu e tinha assumido um batalhão na cidade de São Paulo. Ela também relata ter sofrido ameaças de morte.

Para evitar o contato com ele, a soldado teve um período de afastamento. Com o fim da licença, ela expõe que as investidas voltaram. A mulher reuniu provas com a imagem das mensagens e os áudios. A denúncia foi formalizada na corregedoria da polícia no início de abril deste ano.

O caso será analisado pela Justiça militar, já que se trata de uma acusação envolvendo membros da polícia. Caso o suspeito seja considerado culpado, ele deverá ser expulso da corporação e preso.

Segundo nota da Polícia Militar de São Paulo, as denúncias foram recebidas e um inquérito policial militar foi instaurado imediatamente para apurar os fatos. “Todas as denúncias, vistas no prisma do devido processo legal são rigorosamente investigadas, e sendo confirmadas as condutas delituosas, os responsáveis punidos na dosimetria relacionada ao crime”, esclareceu o órgão.

anuncio patrocinado