Em Brasília o GDF anuncia auxílio emergencial para motoristas de táxi e transporte escolar

0
22/04/2020. Crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF. Coletiva do ministro da Saúde, Nelson Teich, com o governador do DF, Ibaneis Rocha (foto) e o ministro Braga Neto no Palácio do Planalto, durante pandemia no novo coronavírus.

Pagamento de benefício para a categoria começou em junho do ano passado, com parcelas de R$ 600. Nova rodada terá pagamentos no mesmo valor e por três meses. Governador vetou inclusão de motoristas de ônibus de turismo

 

O governador Ibaneis Rocha (MDB) sancionou o projeto de lei que autoriza o pagamento de nova rodada do auxílio emergencial a taxistas e motoristas de transporte escolar do Distrito Federal. Em evento nesta terça-feira (27/4), o chefe do Executivo local ressaltou que o benefício “pode ser pouco, mas chega em boa hora para as famílias”. Os inscritos vão receber três parcelas de R$ 600, mesmo valor pago em 2020.

“R$ 1.800 pode não ser muito para muitas pessoas, mas para quem está nas ruas trabalhando, sabemos o significado disso. Tenho certeza que hoje eu e a Câmara legislativa estamos entregando àqueles que mereceram um auxílio merecido”, disse Ibaneis.

O governador vetou um trecho do projeto de lei, o que impediu a inclusão dos motoristas de ônibus de turismo. “Vamos encaminhar o projeto do pessoal do turismo”, ressaltou Ibaneis.

O auxílio emergencial para a categoria foi sancionado pela primeira vez em junho do ano passado, com o agravamento da crise sanitária que levou à redução das corridas e suspensão de aulas presenciais nas redes pública e privada de ensino. À época, a parcela aprovada também foi de R$ 600.

Em dezembro do ano passado, a Câmara Legislativa (CLDF) havia promulgado a extensão do auxílio emergencial para os taxistas até janeiro deste ano, após derrubar o veto do próprio Ibaneis à exclusão da categoria da medida que previa o pagamento do benefício.

anuncio patrocinado