Bebê encontrada morta em piscina não apresentava sinais de afogamento

0

Laudo do IML mostra que a causa da morte teria sido uma lesão na medula; entenda o caso

 

o caso de Heloísa, de 1 ano e 2 meses. Após dois meses de investigação, a morte dela continua sendo um mistério; entenda o caso a seguir

Heloísa foi encontrada morta na piscina da casa onde morava. Mas, no laudo do IML, consta que a causa da morte é um traumatismo raquimedular. Ou seja, houve uma lesão na medula da bebê

A possibilidade de afogamento foi descartada devido à falta de água no corpo de Heloísa. No dia do acidente, estavam presentes a mãe e a avó materna da criança. Elas alegaram que, no imóvel, estava acontecendo uma festa com muitas pessoas, o que gerou o descuido

Edson Nascimento, avô materno de Heloísa, contou as festas eram frequentes na casa. E que mãe da bebê vivia postando fotos com bebidas alcoólicas

O advogado de Edson explicou que a queda na água não poderia ter causado o trauma. Ele disse que, Heloísa, caindo sozinha não teria força para causar esse ferimento

Mas, o documento não pode ser mostrado, pois a mãe de Heloísa é menor de idade

André Devitte, advogado da mãe e avó de Heloísa, explicou que a possibilidade de homicídio já foi descartada. Ele relatou que o único fato que ocorreu foi negligência por parte da mãe

André também justificou o porquê de não ter água no corpo de Heloísa. Ele disse que, ao entrar em impacto com a água, o trauma fez com que ela prendesse a respiração

Assim como Edson foi procurado, a avó de Heloisa também teve direito de falar. Mas, mandou um áudio explicando que não estava em condições de prestar depoimento

Na casa, foram flagrados diversos recipientes de bebidas alcoólicas. A polícia teve acesso à gravações da noite anterior ao acidente e descartou a versão de que houve uma festa momentos antes

A avó paterna, compartilhou uma foto de 15 dias após a morte de Heloísa. Na imagem, a mãe da criança está em uma festa. Agora, o caso segue sendo investigado

 

anuncio patrocinado