Saiba o que fazer se testar positivo para covid-19

0

Infectologista explica que em casos assintomáticos não é preciso fazer uso de nenhum remédio, apenas manter o isolamento

 

 

Precisou fazer um teste de covid-19, mesmo sem apresentar sintomas, e testou positivo? A recomendação, para casos assintomáticos ou não, é de que a pessoa fique isolada por pelo menos 10 dias, segundo explica a infectologista Ana Rachel Rodrigues.

“Ficar num quarto separado, com a porta fechada, janela aberta e fazer uma limpeza constante com álcool e água sanitária. Agora se for compartilhar banheiro, precisa fazer limpeza após o uso e circular de máscara pela casa”, explica a médica.

Se a casa for pequena e não tiver espaço para que a pessoa fique isolada, é necessário que o uso da máscara seja constante e que as janelas fiquem abertas a maior parte do tempo para aumentar a circulação de ar.

Caso a pessoa permaneça assintomática durante o período de isolamento, não é necessário fazer uso de nenhum medicamento contra a covid-19. Mas, se apresentar sintomas gripais leves, o recomendado, segundo a infectologista, é aumentar a hidratação, consumir alimentos leves e tomar um analgésico.

“Não tem um medicamento específico para casos mais leves, não precisa tomar nenhum antibiótico ou corticoide”, afirma Ana Rachel. Vale ressaltar a importância de acompanhar os sintomas e procurar um médico se o quadro evoluir para falta de ar, febre persistente e tontura.

“Se a pessoa sente febre constante, dor de cabeça, dor na garganta, coriza, diarreia, perda de olfato e paladar, é importante procurar o serviço de atendimento médico para receber uma orientação”, explica a infectologista.

A importância de manter o isolamento após o teste positivo

Recentemente, uma mulher foi perseguida pela Guarda Civil Municipal após furar o bloqueio sanitário ao testar positivo para a covid-19 em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo.

A barreira foi colocada com o objetivo de evitar que pessoas contaminadas pelo novo coronavírus fossem para as praias do Estado durante o mega feriado decretado na capital paulista.

O isolamento é importante para impedir que o vírus se propague e contamine mais pessoas, resultando em uma demanda ainda maior do sistema de saúde, que já enfrenta um colapso com o agravamento da pandemia no país.

De acordo com o boletim do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 17 estados e o Distrito Federal mantêm a taxa de ocupação de leitos de UTI (unidade de terapia intensiva) destinados a pacientes com covid-19 acima de 90%.

Além disso, uma pesquisa realizada pela CNM (Confederação Nacional de Municípios) mostra que há risco de falta dos medicamentos do “kit intubação” em 1.141 municípios do país; conjunto de anestésicos, sedativos e relaxantes musculares é necessário para realizar o procedimento em casos graves de covid-19, quando o paciente não consegue respirar sozinho.

O relatório também aponta que há risco de desabastecimento de oxigênio medicinal em 625 municípios.

anuncio patrocinado