Sicoob UniCentro Brasileira anuncia plano de expansão

0

Ao longo de 2021, a UniCentro Brasileira, uma das maiores cooperativas do sistema Sicoob, vai inaugurar 20 unidades em diferentes estados e prevê, até o fim do ano, aumento de 47,19% de cooperados.


Em abril, a cooperativa ainda vai distribuir R$ 105,279 entre seus mais de 40 mil cooperados. Chamado “resultados positivos”, valor é o maior na história da cooperativa e 
contribuirá para a movimentação de diversos segmentos do mercado brasileiro.

 

Sicoob UniCentro Brasileira, uma das maiores cooperativa do sistema Sicoob, com mais de 40 mil cooperados nos estados de Goiás, Tocantins, São Paulo Distrito Federal, anuncia um arrojado plano de expansão para 2021, com inaugurações de 20 agências e entrada em outros estados. Na contramão dos bancos, o mercado cooperativista está em franca ascensão, aumentando o escopo e praças de atuação com objetivo de fomentar negócios locais, gerar novos empregos e ampliar o acesso do público ao cooperativismo de crédito.

“Com esta arrojada expansão, estimamos aumentar, até o fim de 2021, nosso número atual de 40.805 cooperados para 60.041, um aumento expressivo de 47,19%. É uma meta que vai ao encontro do nosso percentual de cooperados dos últimos anos. De 2017 a 2020, registramos um crescimento exponencial de 124,44% cooperados”, afirma Raimundo Nonato Leite Pinto, Diretor Presidente da Sicoob UniCentro Brasileira. “O cooperativismo tem se consolidado cada vez mais como uma alternativa sólida e eficaz para os diversos setores do mercado brasileiro. No último ano, mesmo em meio à crise desencadeada pela pandemia, a Sicoob UniCentro Brasileira apoiou o crescimento em vários setores, como o agronegócio, infraestrutura, saúde, dentre outros, graças à uma gestão sólida e competente”, completa o executivo.

Resultados Positivos

Em abril de 2021, a Sicoob UniCentro Brasileira distribuirá R$ 105,279 milhões em resultados positivos, um valor recorde nas quase três décadas de trajetória da instituição, que foi fundada em 1992. O valor é o maior registrado nas quase três décadas da Sicoob UniCentro Brasileira e contribuirá para a movimentação de diversos segmentos do mercado brasileiro.

No cooperativismo, chama-se de “resultados positivos” os valores que são distribuídos a todos os cooperados de forma proporcional a sua movimentação financeira na cooperativa. São dados que decorrem da saúde financeira de uma empresa, demonstrada por meio do balanço patrimonial, organizada entre ativos – meios de rendimento que trazem benefícios, bens patrimoniais, aplicações financeiras, em suma, é o dinheiro que fica “disponível” – e passivos – equivalente a saídas de dinheiro com as despesas, como as contas a pagar de uma casa. Na cooperativa, esse valor é o depósito dos associados, são os custos que envolvem gastos de operações e tributações.

“Juntos, ativos e passivos cumprem o propósito da Sicoob UniCentro Brasileira de intermediação financeira entre os cooperados. O valor dos ativos, menos o valor dos passivos, formam o patrimônio líquido da instituição”, explica Nonato. A cooperativa encerrou o balanço de 2020 com patrimônio líquido de R$ 618 milhões R$ 3,6 bilhões em ativos – número que evidencia um aumento de 119,01% nos últimos quatro anos.

Ainda apurado no balanço patrimonial, o capital social da Sicoob UniCentro, recurso que fica na instituição e ajuda a manter seu funcionamento de forma segura a todos os associados, encerrou 2020 em R$420.144, número que mostra o crescimento de 65,10% nos últimos quatro anos.

Também em 2020, o fundo de reserva da Sicoob UniCentro Brasileira passou de R$ 83.450.830 para R$ 141.269.938. O fundo de reserva é o recurso que protege o patrimônio da cooperativa, aumenta sua capacidade competitiva no mercado, atraí novos produtos para o portfólio e melhora os limites de operações do dia a dia. É um valor que provém das sobras – também chamadas de “resultados positivos” – e trazem maior solidez à instituição e segurança aos cooperados.

A Sicoob UniCentro Brasileira integra o sistema Sicoob, que está consolidado como uma das dez maiores Instituições Cooperativas do Brasil, de acordo com levantamento de 2020 do Banco Central, administrando ativos superiores a R$ 3 bilhões.

As cooperativas funcionam como uma associação de pessoas que buscam se ajudar para atingir seus objetivos em comum. No Cooperativismo de Crédito, diferentemente dos bancos, o cooperado é sócio e está no centro das atenções recebendo um tratamento de equidade. Sobretudo, ainda é uma organização preocupada em fortalecer a economia local, a democratização do crédito, descentralizando a renda aplicando os recursos na comunidade local onde está inserida.

anuncio patrocinado