Opção para iniciantes: scooters e motonetas são fáceis de guiar e econômicas

0
Parking scooters in a row by night

Confira dicas de como embarcar no mundo das motos com mais agilidade e sem gastar tanto

 

O interesse do brasileiro por motocicletas vem crescendo nos últimos anos, mas muitos ainda têm receio de trocar o carro pela moto ou simplesmente não sabem por onde começar. Com o valor do combustível subindo diariamente, é natural que a maioria das pessoas esteja em busca de um veículo mais econômico, que realmente se supera em desempenho e custo-benefício.

As motocicletas por si só já são mais vantajosas neste aspecto, pois, no geral, elas consomem bem menos combustível que os carros. Indo além da economia, as motos também são mais práticas e versáteis, pois garantem a vantagem de poder “driblar” o trânsito e ainda facilitam na hora de estacionar. Porém os iniciantes precisam saber em quais modelos investir primeiro, caso sua principal intenção seja economizar.

Para quem pensa em tornar a moto seu principal meio de locomoção ou até já é habilitado, o indicado é começar pelos modelos menos potentes, com baixa cilindrada. Funciona como uma escada de aprendizagem, onde começamos em um nível mais fácil para depois, quando tivermos mais prática, avançarmos um grau de dificuldade para pilotar motocicletas mais potentes.

As scooters e as motonetas são perfeitas para iniciantes, pois são automáticas, ou seja, mais fáceis de pilotar. Além do motociclista não precisar se preocupar com embreagem, estes modelos também são adequados para a mobilidade urbana e, não menos importante, são altamente econômicos! Dependendo da moto escolhida, é possível rodar até 50 km com apenas um litro de gasolina.

Os modelos recentes ainda contam com mais recursos que facilitam a vida do motociclista, como freios combinados, uma tecnologia que distribui a frenagem entre as duas rodas e corrige o erro de não utilizar o freio dianteiro. Desta forma, muitas falhas cometidas por motociclistas iniciantes são corrigidas pelo próprio veículo, dando mais segurança para quem pilota e quem está ao redor.

Atualmente, o que não faltam são opções de como adquirir uma motocicleta nova ou seminova. Para aqueles que não podem financiar um modelo com zero quilometragem, entrar em um consórcio pode ser uma boa alternativa. Já aqueles que não se importam em adquirir veículos de segunda mão podem participar de um leilão de motos, uma ótima forma de encontrar motocicletas em excelente estado por preços bem abaixo do mercado. As opções são diversas e, a longo prazo, a economia faz valer a pena.

anuncio patrocinado