Com igrejas abertas, Universal já ajudou 16,7 milhões de brasileiros que não têm o que comer

0

Igrejas abertas garantem auxílio humanitário a quem não consegue trabalhar por causa de decretos de governadores e prefeitos

 

Mesmo enfrentando as restrições impostas por autoridades desde o início da pandemia da covid-19, a Igreja Universal do Reino de Deus já ofereceu ajuda humanitária a mais de 16,7 milhões de brasileiros desde o ano passado. Com os templos fechados, como desejam alguns governantes e setores da Imprensa, esse auxílio não seria possível.

O combate à fome tem sido uma das prioridades do amparo oferecido pela Universal às comunidades carentes, que sofrem mais com a crise econômica. Estudos apontam que, depois do início da pandemia, 116,8 milhões de pessoas passaram a enfrentar algum grau de insegurança alimentar no Brasil, o que equivale aos moradores  55,2% das residências. A parcela da população subalimentada teria aumentado de 9% em 2020 para 10% este ano. Hoje, são 20 milhões de brasileiros sem comida na mesa.

Para ajudar essas vítimas dos decretos que impedem os trabalhadores de buscarem seu sustento, a Universal já arrecadou e distribuiu 1,3 milhão de cestas básicas e 3,2 milhões de refeições prontas. Também foram doados 721 mil peças de roupa, 1,6 milhão de kits de higiene, 244 mil livros, 134 mil cobertores, entre outros itens.

Os 8,7 mil templos da Universal espalhados por todos os 26 estados e no Distrito Federal estão recolhendo doações de alimentos não perecíveis. Para localizar o ponto de coleta mais próximo, clique aqui.

anuncio patrocinado