Após tomar a vacina contra Covid-19 em quanto tempo estarei protegido?

0

É necessário tomar o esquema completo de vacinação – 1ª e 2ª dose – e esperar mais um pouco até o corpo desenvolver defesas contra o vírus

 

Cerca de 17,3 milhões de brasileiros já receberam pelo menos uma das doses das vacinas contra Covid-19 que estão sendo aplicadas no país: a Oxford/AstraZeneca ou a Coronavac. A cada pessoa vacinada, uma família inteira comemora, sentindo o alívio de ter obtido pelo menos alguma proteção contra um vírus que já provocou tantas mortes.

Os especialistas pedem, entretanto, que os cuidados de prevenção não sejam abandonados logo após a imunização. “A vacina é uma proteção coletiva, ela é eficiente para diminuir a lotação dos hospitais e para diminuir a transmissão”, explica o infectologista André Bon, do Hospital Universitário de Brasília (HUB) e do Hospital Brasília. “No entanto, ela não garante 100% de proteção a quem a tomou”, completa. Isso significa que máscara, higiene das mãos e distanciamento social devem ser mantidos até que a pandemia esteja controlada.

É importante estar atento a dois outros aspectos: 1) quem se vacinou, não fica imediatamente imunizado e 2) a resposta imunológica pretendida só é alcançada pelo menos duas semanas depois de tomar o esquema completo de 1ª e 2ª dose. “Minha recomendação é que as pessoas se vacinem, fiquem quietas e voltem para tomar a 2ª dose”, afirma o infectologista Alberto Chebabo, vice-presidente na Sociedade Brasileira de Infectologia. “Só 14 dias após a 2ª dose o corpo está preparado para evitar os casos mais graves da infecção”, explica.

Resposta imunológica
Após a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca é necessário esperar cerca de quatro semanas para que o corpo comece a apresentar alguma resposta imunológica. No caso da vacina Coronavac, esse tempo está previsto entre duas ou quatro semanas. Ainda assim, para que a estratégia de defesa com anticorpos e células T esteja completa, é preciso a aplicação da segunda dose do imunizante.

A proteção máxima oferecida pelas vacinas que, de acordo com o que apontaram os ensaios clínicos foi de 79% para a vacina Oxford/AstraZeneca e de 50,38% para a Coronavac, só é alcançada duas semanas depois da aplicação da segunda dose. “O pico da resposta imunológica vai variar de pessoa para pessoa, mas é certo que após essas duas semanas é que se alcança a proteção apontada pelos ensaios clínicos”, explica André Bon.

E por quanto tempo dura a imunização promovida pela vacina? Essa pergunta ainda está em aberto para os cientistas, só após um longo período e com um enorme número de pessoas vacinadas, será possível saber o intervalo de tempo que dura a imunidade obtida com a vacina.

anuncio patrocinado