Mafioso italiano é preso por causa de seus vídeos no YouTube

0

Membro da ‘Ndrangheta, ele estava foragido desde 2014 e foi localizado porque suas tatuagens apareciam nas imagens

 

Um membro da máfia italiana foi preso na segunda-feira (29) na República Dominicana após ser identificado por conta de seus vídeos de culinária postados no YouTube. O anúncio foi feito pela polícia da Itália.

Marc Feren Claude Biart, de 53 anos, levava uma vida tranquila na cidade dominicana de Boca Chica, onde era conhecido por sua paixão pela cozinha e os vídeos no YouTube, nos quais ele explicava, junto com sua esposa, sem jamais mostrar o rosto, receitas tradicionais italianas. O criminoso foi identificado pelas tatuagens que tem no braço e apareciam nas imagens.

Biart estava foragido desde 2014, quando a promotoria italiana emitiu uma ordem de prisão por tráfico de cocaína. Ele é envolvido com o clã Cacciola, um dos braços da ‘Ndrangheta, a principal organização mafiosa da Calábria.

O italiano foi preso na última quarta-feira em Boca Chica, uma cidade de 123 mil habitantes a 40km da capita, Santo Domingo, e chegou na segunda ao aeroporto de Milão, no norte da Itália.

A prisão aconteceu por causa de um grupo internacional de colaboração formado por membros da Direção Central da polícia italiana junto com a Interpol, para facilitar as ações contra a ‘Ndrangheta, que tem operações em todo o mundo.

A máfia calabresa é considerada um dos principais intermediários do tráfico de cocaína para a Europa e outros locais por conta de uma ligação com os cartéis de traficantes da América Latina, segundo o governo italiano.

anuncio patrocinado