A SEGUNDA CULTURAL DO AÇOUGUE T-BONE ONLINE E TOTALMENTE GRATUITA VAI TER MAIS UMA EDIÇÃO DIA 05 DE ABRIL

0

 

Dessa vez com homenagem especial ao aniversário de Brasília e aos 40 anos de carreira do ator e um dos melhores mímicos do brasil, Miqueias Paz

 

O tradicional projeto surge reinventado, promovendo lives para acolher e valorizar a produção dos artistas brasilienses dos mais diferentes segmentos.

 

*

*Música, sarau poético e espetáculo com Miqueias Paz

 

Após um ano e dois meses fechado, o Espaço Cultural T-Bone reabre suas portas de forma distinta e convida o público brasiliense a assistir à exibição on-line da Segunda Cultural, agora em formato de lives, transmitidas diretamente do próprio espaço. Sarau de música e poesia, exposições de artes visuais e apresentações teatrais se misturarão numa programação variada, que promoverá a cultura e a arte da capital federal. Toda essa festa começou no dia 8 de março, e segue até o mês de junho, com programas quinzenais, exibidos pelo canal T-BONE Cultural, no YouTube.

A novidade encerra o ciclo adormecido do famoso Açougue Cultural T-Bone, silenciado pela pandemia do COVID-19. Há mais de duas décadas, o projeto transforma a entrequadra 312/313 norte num lugar fervilhante, considerado símbolo da cultura brasiliense, consagrado pela valorização e promoção dos artistas locais, pelos shows gratuitos a céu aberto e pela presença de milhares de pessoas, de todas as idades e classes sociais.

Segunda Cultural Online foi a fórmula encontrada para prosseguir com as atividades culturais, como forma de resistência e união e, como o título revela, acontecerá às segundas-feiras, quinzenalmente, entre os meses de março e junho, totalizando 09 programas.

PROGRAMA 03

05 de abril/20 horas – dedicado à celebração ao aniversário de Brasília e 40 anos de carreira de Miqueias

 

Música: Célia Porto e Rênio Quintas

Célia Porto estudou canto na Escola de Música de Brasília e acumula quatro CDs lançados. É cantora, compositora, produtora e professora de Musicalização infantil. Em 1995, em seu primeiro álbum, foi indicada cantora revelação pop rock, pelo Prêmio Sharp (atual Multi-Show).

Rênio Quintas é maestro, compositor, multi instrumentista e arranjador. Natural do Rio de Janeiro, chegou a Brasília em 1960, onde lançou dois CDs. Rênio Quintas é cidadão honorário do DF, criou e participou dos grupos Artimanha e Naipe, que iluminaram a cena instrumental da cidade nas décadas de 80 e 90. Compôs músicas premiadas para vídeo, cinema e TVs. Quintas é diretor musical de Célia Porto, além de produtor musical e ativista cultural.

 

Sarau Poético com Nicholas Behr, Noélia Ribeiro e José Soter

 

Nikolaus Von Behr é cuiabano e mora em Brasília desde 1974. Integrante da chamada ‘Geração Mimeógrafo’, lançou seu primeiro livro “Iogurte com Farinha” (totalmente rodado em mimeógrafo) e vendeu oito mil exemplares de mão em mão. Um dos ícones da poesia marginal em Brasília, foi preso e processado pelo DOPs por “porte de material pornográfico”. Publicou inúmeros livros.

Noelia Ribeiro é pernambucana, radicada em Brasília. Formada em Letras pela UnB, tem 4 livros lançados, além de poemas publicados em antologias, jornais e revistas digitais. Foi homenageada em 2017 no Salão de Poesia Psiu Poético de Montes Claros. Nesse mesmo ano, integrou a mostra Poesia Agora, realizada na Caixa Cultural do Rio de Janeiro. É idealizadora e apresentadora do projeto A Fim de Poesia.

 

José Luiz do Nascimento Sóter é natural de Catalão/GO, considerado poeta marginal da Geração Mimeógrafo de Brasília, coordenador da Associação Brasileira de Radiodifusão, diretor na empresa Agência Abraço, presidente da Rádio Esplanada FM – a rádio que toca poesia. É também editor chefe da Semim, editora que resgata a poesia mimeógrafa dos anos 1970 de Brasília. Poeta com mais de 40 anos carreira e diversos livros lançados.

 

Espetáculo Mimicando – comemorando 40 anos de carreira do ator Miqueias Paz

 

Premiado ator e um dos melhores mímicos brasileiros, acumula na bagagem 40 anos de carreira, viajando o mundo com suas apresentações. Nessa caminhada, encanta o público por onde passa, seja em Londres, Brasília ou Bagdá, onde participou do Festival de Artes da cidade. Entre os espetáculos montados, estão: “Tradição e Contradição“, “Brincadeiras de Criança“, “Máscaras de um Pierrot“, “Gregor Sansa (a Metamorfose)“, “Cotidiano, Sentimentos” e “Brasil Brasileiro“. Idealizou o projeto, “Amar é Preciso”, levado para as escolas da rede pública de ensino de Brasília. Dirigiu os espetáculos “O Beijo no Asfalto“, “Folhas de Outono“, ” Amar é Preciso“, “O Chapéu“, “QQ Iss!?”, ” As Aventuras de Pendú“, “Camí – Do Outro Lado da Lia e do Arco-íris”  e “Vamos a La Praia“. Foi coordenador das oficinas de teatro do SESI, em 2009 e 2010, e realizou oficinas teatrais em instituições como SESC, Banco do Brasil, BRB, Petrobras.

O espetáculo MIMICANDO é composto por quadros que retratam, com irreverência e bom humor, situações do cotidiano dos brasileiros, como o clássico O ônibus (apresentado em 14 países) e Minha Cor (que conta a história da escravidão no Brasil através dos gestos e “imagens”).

SERVIÇO

Onde: Canal T-Bone Cultural, no Youtube

Quando: de março a junho de 2020, quinzenalmente.

Horário: 20 horas.

Sempre às segundas-feiras

Assessoria de Imprensa: Karina Gama (61) 98110-2002 e Amanda Guedes (61) 98429-0007

Facebook e Instagram: @EspacoCulturalTBone

anuncio patrocinado