Mãe adotiva de Paulo Cupertino faz apelo para filho se entregar

0

Uma falsa gravidez pode ter sido a causa do ataque de raiva que causou a morte do ator Rafael Miguel e de sua família; veja as atualizações do caso

 

Paulo Cupertino matou o ator Rafael Miguel e seus pais em junho de 2019. Após quase dois anos do triplo assassinato, ele continua foragido.

Rafael foi com seus pais até a casa de Cupertino para oficializar seu namoro com Isabela, filha de Paulo. Mas, ao chegar no local foi recebido com disparos. O ator morreu no local e seus pais momentos depois

Após cometer o crime, Cupertino fugiu e pediu ajuda a conhecidos. Acredita-se que a primeira pessoa com quem ele falou foi Eduardo José Machado, conhecido como Eduardo da Pizzaria. Após receber o pedido de ajuda, ele acionou uma segunda pessoa do interior de São Paulo

Vanderlei Antunes Ribeiro Senhora teria sido a pessoa que encontrou Cupertino na rodoviária e o levou para casa. No imóvel, ele teria recebido algumas roupas antes de sumir 

Recebemos mensagens informando o paradeiro de Cupertino em Mato Grosso do Sul. Mas, tempos depois ele foi visto deixando o local em um avião de pequeno porte

Quem estava pilotando a aeronave era o patrão de Cupertino, que também está foragido. O assassino de Rafael Miguel chegou a ficar escondido em uma fazenda na cidade de Liberación, no Paraguai, mas assim que foi reconhecido por um trabalhador fugiu. Todas as bagagens que ele deixou para trás foram queimadas pelo dono da propriedade

Após Cupertino sair da fazenda em que estava, uma câmera mostrou o momento em que ele estaria tentando fugir novamente, com o registro do dia 25 de novembro. Desta vez, ele tentava ir para uma cidade próxima da fronteira da Bolívia

Maria de Lurdes, mãe adotiva de Cupertino, revelou que desde pequeno ele é agressivo. Ela explicou que ficou sabendo que Isabela e a mãe iriam contar para Paulo que a filha estava grávida. Essa falsa gravidez teria sido o motivo da explosão de raiva

Ao falar com Isabela, a jovem negou que havia inventado a gravidez. Ela não respondeu mais perguntas. Outras pessoas próximas a Cupertino não quiseram gravar entrevistas

Maria contou que não teve mais notícias de Cupertino e fez um apelo: “Apareça, meu filho. Pelo amor de Deus, não adianta você fugir. Você já perdeu sua mãe, quer me perder também?”

A polícia continua atrás de qualquer informação sobre o paradeiro de Paulo Cupertino.

anuncio patrocinado