Fiocruz entrega nesta semana 2,4 milhões de doses produzidas no país

0

Em parceria com a Oxford/AstraZeneca, a vacina começou a ser fabricada em Bio-Manguinhos (RJ), com insumos importados

 

Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) entrega nesta semana mais 2,4 milhões de doses da vacina contra a covid-19 produzida em Bio-Manguinhos (RJ), com insumos importados. Outras 3,2 milhões de doses estão previstas para a semana de 5 a 10 de abril e mais 5 milhões, entre 12 a 17 de abril. Com 1,8 milhão entregue em 17 março, o total chegará a 12,4 milhões de doses entregues ao PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Produzida em parceria com a Oxford/AstraZeneca, a vacina é fabricada em Bio-Manguinhos com IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) que chegou ao Brasil a partir do dia 6 de fevereiro, provocando atrasos.

Mas com o registro definitivo, concedido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em 12 de março, a Fiocruz passou a ser a detentora do primeiro registro de uma vacina contra covid-19 produzida no Brasil.

A Fiocruz já iniciou o escalonamento gradual da produção e uma segunda linha de produção já entrou em operação, o que vai permitir o aumento da capacidade produtiva de Bio-Manguinhos/Fiocruz. A expectativa da instituição é chegar em abril com uma produção de cerca de um milhão de doses por dia.

Butantan

Nesta segunda (29), o Instituto Butantan liberou mais 5 milhões de doses da CoronaVac. Foi a maior remessa em um único dia disponibilizada em março. Somente neste mês, foram entregues até agora 19,3 milhões de doses.

Com o novo carregamento, o total de imunizantes oferecidos pelo estado ao PNI (Programa Nacional de Imunizações) chega a 32,8 milhões de doses desde o início das entregas, em 17 de janeiro. Até o fim de abril, o total de vacinas garantidas pelo Butantan ao país somará 46 milhões. O Butantan ainda trabalha para entregar outras 54 milhões de doses para vacinação dos brasileiros até o dia 30 de agosto, totalizando 100 milhões de unidades.

Distrituição

O Ministério da Saúde informou que novas remessas de vacinas serão distribuídas nesta semana para todos os estados e Distrito Federal. “Assim que recebe as doses entregues pelos laboratórios fabricantes, o PNI (Programa Nacional de Imunizações) organiza o cronograma de distribuição, considerando a população e o público-alvo de cada estado”, afirmou a assessirua de imprensa do ministério em nota.

Desde o dia 18 de janeiro, quando começou a campanha de vacinação contra a covid-19 no Brasil, já foram enviadas aos estados e DF mais de 33,8 milhões de doses de imunizantes – até o momento, mais de 17,7 milhões já foram aplicadas em grupos prioritários.

Até o fim desta semana, o cronograma enviado à pasta pelos laboratórios, sujeito a alterações de acordo com a produção das vacinas, prevê a entrega de um total de 30 milhões de doses: 23,3 milhões do Instituto Butantan, enviados em remessas semanais e distribuídas na mesma periodicidade; 3,8 milhões da vacina da AstraZeneca/Oxford, produzida na Fiocruz; e mais 2,9 milhões de doses do mesmo imunizante adquiridos via consórcio Covax Facility.

anuncio patrocinado