No Rio de Janeiro um Suposto juiz causa confusão ao exigir que mulher seja vacinada

0

Caso teria acontecido no dia 19, quando estava prevista a vacinação de homens com 75 anos; mulher tem 73 anos

 

Um homem que se identificou como juiz tentou obrigar profissionais de um posto de saúde na Vila Canoas, em São Conrado, zona sul do Rio, a vacinarem sua esposa, no último dia 19, causando confusão na unidade.

A vacinação no Rio acontece de forma escalonada dividida por idade e gênero. Na data em questão, era prevista a imunização de homens com 75, conforme o calendário divulgado pela Prefeitura da cidade.

De acordo com o CMS Vila Canoas, a senhora em questão, além de não poder ser vacinada no dia pelo quesito gênero, também não poderia se imunizar por idade, já que tem 73 anos.

Ainda de acordo com a unidade, a senhora insistiu argumentando que deveria receber a vacina por não se adaptar ao uso de máscaras. Após diversas tentativas da equipe de convencer o casal ao utilizar a proteção, o suposto juiz se dirigiu aos funcionários com insultos.

A Polícia Militar foi chamada até o local e colheu o depoimento da agente comunitária de saúde. Em nota, informou que não houve registro de ocorrência no 23º BPM (Leblon) sobre a situação.

Em nota, o TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) informou que não há como identificar pelas filmagens se o senhor é de fato juiz integrante do corpo de magistrados do TJ-RJ.

anuncio patrocinado