Em Nova Temporada, Território Criativo retoma atividades de capacitação

0

Com diversos cursos, distribuídos em cinco eixos temáticos, o projeto é voltado, principalmente, para artistas, empreendedores e agentes culturais de RAs do DF.

O programa de capacitação Território Criativo possui uma significativa trajetória já firmada no Distrito Federal, cuja reputação é notória tanto no meio cultural como na mídia. Fazendo jus a esse reconhecimento, em 2021 — sob a produção do Beco da Coruja, e realização do Instituto Janelas da Arte, Cidadania e Sustentabilidade com fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal — a iniciativa retoma suas atividades, em Nova Temporada, para voltar a promover qualificação para artistas, empreendedores e agentes culturais do Distrito Federal.

Por meio de uma ampla oferta de encontros formativos tanto virtuais como presenciais, entre março e julho, diversas mentorias, cursos e lives serão oferecidas gratuitamente a quem se interessar por adquirir conhecimentos específicos de diversas áreas da economia criativa. Para participar, basta cadastrar-se gratuitamente pelo site.

O curso de Captação de Recursos, que acontece entre 22 de março e 1 de abril, das 19h às 22h, ministrado pela museóloga e especialista em história da arte, gestão cultural e comunicação empresarial, Daniele Torres, já está com inscrições abertas. Uma oportunidade e tanto para quem tem um projeto pronto e quer saber como tirá-lo do papel.   

Como relata nosso Secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, “o programa é estratégico para a SECEC, porque fortalece a cadeia da economia criativa, colocando o agente cultural como sujeito. A valorização do conhecimento e a transmissão de saberes democratizam o acesso de importantes agentes culturais que desconhecem as políticas públicas para Cultura. A continuidade desse programa é uma caminhada para diminuir distâncias entre o centro e as periferias do DF”.

Para alcançar o objetivo de modo organizado e facilitar a escolha do público por área de interesse, as atividades foram distribuídas em cinco eixos temáticos: Produção Cultural, Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo, Acessibilidade, Bastidores e Imersão Musical.

Ainda neste mês de março, a partir de 05/03, O Território Criativo  — apresenta suas primeiras quatro lives de divulgação de seus cursos conforme o cronograma a seguir:

 ●     Fernanda Soutto Mayor — Elaboração de Projetos:  10/03;

●     Daniele Torres — Captação de Recursos: 17/03;

●     Erika Lisboa — Empreendedorismo, inovação e tecnologia 24/03.

E como descentralizar é uma das palavras de ordem, as ações serão voltadas, principalmente, para quem atua e reside fora do Plano Piloto. A proposta visa  capacitar e instrumentalizar esse público-alvo para enfrentar o novo presente com um olhar voltado para o futuro: investigar novos caminhos, adaptar, fazer diferente e criar uma nova perspectiva. Segundo Fabiano Medeiros, Coordenador Pedagógico, “os cursos estão alinhados com as necessidades da comunidade cultural do Distrito Federal, com vistas às diversas áreas da cadeia produtiva, tendo o objetivo de impactar setores onde haja dificuldades de certificação por cursos curtos, em formatos EaD, presencial e mesmo híbrido, fazendo-os chegar às Regiões Administrativas em que o acesso a essas modalidades de formação não costuma ser fácil”.

A ideia é potencializar as condições de sustentabilidade, considerando o atual cenário de avanço das tecnologias digitais, que vêm introduzindo outros modos de criação, de distribuição e de consumo de cultura, demandando profissionais capazes de lidar com novos desafios.

A formação será ministrada por uma equipe multidisciplinar de diversas áreas, atuante em todo o Brasil, com o propósito de ampliar a visão estratégica dos participantes quanto à dinâmica da economia criativa. Trata-se de uma imersão em sua realidade, por meio da difusão de informação e do estímulo ao empreendedorismo no Distrito Federal.

Cássia Lemes, coordenadora do projeto, explica um pouco sobre a perspectiva da organização sobre a execução da etapa 2021 do programa: “Num momento tão difícil que o mundo está passando, é fundamental ampliarmos a formação na cadeia produtiva da cultura. Deixarmos a marca do nosso DNA que é  transformar pessoas e comunidades por meio de um legado que consideramos essencial: a transmissão de conhecimentos específicos e estruturantes para um público empreendedor, interessado em capacitação e instrumentalização. É isso que pretendemos e é isso que estamos concretizando com a Nova Temporada do Território Criativo”.

História

Em 2017, o Programa Território Criativo foi instituído por meio da portaria nº 251/2017, visando à atuação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF no oferecimento de uma agenda integrada à economia criativa do Distrito Federal. Surgiu com objetivo de fortalecer cadeias e arranjos produtivos intensivos, de modo a contribuir para o desenvolvimento socioeconômico sustentável e integrado da economia local.

Desse modo, por meio de seus eixos de ação, o programa vem, desde então, desenvolvendo: recursos e processos formativos voltados para a criação de competências técnicas e gerenciais; fortalecimento de arranjos produtivos e de mecanismos de apoio financeiro; difusão de dados, informações e tecnologias; além da promoção de um ambiente de negócios propício ao desenvolvimento estruturado do mercado criativo local.

Serviço: Território Criativo — Nova Temporada.

Datas: março a julho de 2021.

Lives: no Instagram @territoriocriativodf/ .

 

●     Fabiano Medeiros — Coordenação Pedagógica do projeto: 03/03;

●     Fernanda Soutto — Elaboração de Projetos:  10/03;

●     Daniele Torres — Captação de Recursos: 17/03;

●     Erika Lisboa — Empreendedorismo, inovação e tecnologia 24/03.

 

Inscrições para cursos: no site http://territoriocriativo.com.br/ .

Valor das inscrições: gratuito.

Lotação dos cursos: sujeito à limitação de vagas.

 

anuncio patrocinado