PRF pode suspender o concurso público com 1.500 vagas? Diretor-executivo explica

0

 Com o aumento de casos de covid-19 e novas restrições de biossegurança em todo o país, os concurseiros se questionam se é possível que as etapas no novo concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF) sejam suspensas. No Instagram, o diretor-executivo da corporação, José Lopes Hott Junior, informou alguns internautas que perguntaram sobre a possibilidade de a aplicação das provas, prevista para 28 de março, ser adiada. “Vale a regra do direito administrativo: o edital publicado e válido é a regra do concurso, qualquer mudança, se houver, constará de um novo edital, alterando o cronograma“, enfatizou Hott.

O diretor ressaltou, também, que caso as provas sejam suspensas, será uma decisão colegiada dependente de diversos fatores. Por fim, sem dar indícios de que irá haver suspensão, o profissional lembrou da fase final de inscrições: “Segundo o Cebraspe, o processamento dos pagamentos leva até 3 dias úteis. Logo, devem concluir a confirmação das inscrições até quarta-feira (10) e na quinta-feira (11/03) deveremos saber o quantitativo de inscritos.”

1.500 vagas

O concurso oferta 1.500 oportunidades para policias rodoviários federais, com salário inicial de R$ 9.899,88. A jornada é de 40 horas. Para concorrer, os candidatos devem possuir nível superior em qualquer área e carteira nacional de categoria “B”. Do total de vagas, 1.125 são de ampla concorrência, 300 para candidatos negros e 75 para pessoas com deficiência.

As inscrições puderam ser feitas até 12 de fevereiro pelo site da Cebraspe. O concurso será composto por:

a) prova objetiva e prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe;

b) exame de aptidão física, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

c) avaliação psicológica, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

d) apresentação de documentos, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe e da PRF;

e) avaliação de saúde, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;

f) avaliação de títulos, de caráter classificatório, de responsabilidade do Cebraspe.

A segunda etapa do concurso será o Curso de Formação Policial (CFP), de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da PRF, com apoio do Cebraspe, a ser realizado na Universidade Corporativa da Polícia Rodoviária Federal (UniPRF), localizada na cidade de Florianópolis/SC, ou em outros locais indicados pela PRF por meio de edital. Saiba mais!

 

anuncio patrocinado