Mulher procura polícia e confessa ter matado marido e enterrado corpo

0

Mulher de 36 anos foi autuada após matar o marido, identificado como Francisco da Silva, 48 anos, e enterrou o corpo no quintal da casa onde vivia, no assentamento Jaguaribe, em União do Sul (719 km ao norte de Cuiabá). À Polícia Civil, ela confessou o crime e disse ter se arranhado para reforçar a tese de que foi sido agredida pelo companheiro.

O crime foi registrado no dia 16 de fevereiro, mas o corpo da vítima só foi localizado nesta quinta-feira (4). A mulher disse à polícia que matou o marido com um tiro na cabeça enquanto ele dormia e, posteriormente, chamou um jovem e um adolescente para ajudá-la a enterrar o corpo no quintal.

À imprensa, o delegado Pablo Carneiro afirmou que pelo fato de o crime ter sido cometido em fevereiro a mulher não foi presa em flagrante. Contudo, a polícia a autuou por ocultação de cadáver e corrupção de menor, uma vez que envolveu um adolescente no crime.

O delegado apontou que a mulher procurou a polícia na quarta-feira para confessar o crime. Aos agentes, inicialmente, ela contou que teria assassinado seu marido no dia 21 após discussão na qual foi agredida fisicamente e estuprada pelo companheiro. Contudo, posteriormente, ela apresentou outra versão, confessando que a morte ocorreu na madrugada do dia 19.

Ela manteve a versão de que foi agredida pelo marido, mas confessou que procurou uma unidade médica no dia 20 após se arranhar para sustentar a tese de que foi ferida pelo companheiro.

Além da mulher, o jovem e o adolescente que teriam participado do crime também responderão aos procedimentos criminais. O caso é investigado pela Polícia Civil de Cláudia, que atende ao município de União do Sul.

anuncio patrocinado