Retorno presencial das aulas na rede pública no DF é adiado

0

O anúncio foi feito na noite desta quinta-feira (25/2) pelo secretário de Educação, Leandro Cruz

 

Em pronunciamento oficial feito na noite desta quinta-feira (25/2), o secretário de Educação, Leandro Cruz, descartou a possibilidade da volta às aulas de forma presencial em 8 de março. Segundo o titular da pasta, os alunos retornarão às aulas nessa mesma data, mas de forma on-line.

A notícia foi dada por meio de uma live reproduzida na conta pessoal do secretário. Segundo Leandro, a previsão é de o retorno presencial ocorra em 23 de março, a depender da curva epidemiológica da covid-19 na capital. “Vamos retomar as aulas em 8 de março de forma planejada e virtual. Iremos analisar e acompanhar a evolução da doença para voltarmos, de forma presencial, em 23 de março. Vamos seguir com nossa semana pedagógica. A preservação de vidas é o principal. Nos preocupamos com a segurança dos profissionais, da comunidade escolar”, frisou o secretário.

Nesta quinta-feira, o governador Ibaneis Rocha (MDB) havia reafirmado que as aulas da rede pública de ensino do DF começariam em 8 de março de forma presencial. Contudo, a decisão não agradou a todos e o Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) se manifestou e afirmou que a categoria não vai aceitar o retorno presencial agora, principalmente levando em conta a situação pandêmica.

Lockdown

O adiamento da volta às aulas de forma presencial vem horas depois do chefe do Executivo local decretar lockdown na capital. A partir de segunda-feira (29/2), toda a atividade econômica na cidade ficará fechada de 20h às 5h, com exceção de serviços essenciais.

A medida atinge principalmente lojas, restaurantes e bares. Ibaneis foi informado de que a ocupação dos leitos em UTI chegou a um nível preocupante, próximo do colapso, superior a 90%. “Queria muito evitar essa decisão, mas não temos outra opção a não ser tomar medidas mais fortes. Nossa taxa de ocupação de leitos já está em 92%”, disse Ibaneis em sua conta pessoal do Twitter.

O decreto com os detalhes das regras de restrições deve ser publicado na edição desta sexta-feira (26/02) do Diário Oficial do DF.

anuncio patrocinado